Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Secex vai rever projeções, mas continua esperando aumento na corrente de comércio


postado em 03/06/2019 17:11

O secretário de Comércio Exterior substituto, Herlon Brandão, disse que, apesar de o governo observar aumento na exportação de alguns produtos com a guerra comercial, como a soja, no médio e longo prazo a disputa não é boa para o Brasil. "A guerra comercial não é interessante porque aumenta as incertezas e retrair negócios", afirmou.

De acordo com Brandão, mesmo com a disputa entre China e Estados Unidos e a economia brasileira retraída, a expectativa do governo é de que a corrente de comércio cresça neste ano. As projeções para o comércio exterior são revistas trimestralmente e os novos números serão apresentados no próximo mês.

Às vésperas da visita do presidente Jair Bolsonaro à Argentina, Brandão disse ainda que o governo brasileiro mantém a intenção de modernizar a tarifa externa comum do Mercosul. "Queremos trazer para os nossos tempos, tornar compatível com o praticado no mundo hoje. Vai baratear o acesso a insumos e isso melhora a competitividade da economia como um todo", acrescentou.


Publicidade