Publicidade

Estado de Minas

Minas Gerais fecha 2018 com PIB de R$ 598 bi, mas tende a retroceder este ano

De acordo com estudo da Fundação Dom Cabral, as riquezas produzidas no estado cresceram 1,2%. Tendência em 2019 é de estagnação ou retrocesso


postado em 28/03/2019 16:07

Agropecuária foi o setor que registrou maior crescimento em 2018 e ajudou PIB mineiro a avançar(foto: Embrapa Agropecuaria Oeste / Divulgacao)
Agropecuária foi o setor que registrou maior crescimento em 2018 e ajudou PIB mineiro a avançar (foto: Embrapa Agropecuaria Oeste / Divulgacao)

Minas Gerais registra crescimento de 1,2% de seu Produto Interno Bruto (PIB) em 2018, em relação ao ano anterior. Embora o estado atravesse crise, o aumento das riquezas produzidas em suas divisas foi ligeiramente superior ao do PIB brasileiro (1,1%).

Em 2018, a estimativa preliminar para o PIB de Minas Gerais totalizou R$ 598,5 bilhões. O valor adicionado da agropecuária foi estimado em R$ 28,1 bilhões; o da indústria, em R$ 135,3 bilhões; e o dos serviços, em R$ 360,8 bilhões, totalizando R$ 524,3 bilhões de valor adicionado bruto (VAB).

A má notícia é que, de acordo com dados da Fundação João Pinheiro (FJP), que divulgou ontem o resultado do PIB Trimestral de Minas Gerais referente ao 4º trimestre do ano passado, a recuperação da economia, que vinha apresentando sinais de melhora, perdeu fôlego ao longo de 2018 e ameaça estagnar ou retroceder.

O setor agropecuário registrou aumento do valor adicionado ao PIB de 5,7%, contribuindo para o crescimento econômico do estado.

O setor de serviços teve esse montante aumentado em 1,3%, sendo a maior expansão no comércio. A indústria, entretanto, decaiu em relação a 2017, com valor adicionado 0,3% menor, na comparação com 2017.

A atividade manufatureira é responsável por 55% do valor adicionado industrial no estado. No período, o VA industrial brasileiro teve expansão real de 2,3%.


Publicidade