Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

CVM abre processo sobre Qualicorp e XP ameaça levar caso à Justiça


postado em 02/10/2018 11:28

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu na segunda-feira, 1º de outubro, um processo administrativo para investigar transações entre partes relacionadas na Qualicorp. A autarquia não comenta casos concretos, mas as informações constam em seu site.

Até agora, não há registro no site da CVM de reclamações formais de investidores.

A XP Investimentos, cujos fundos estão entre os maiores acionistas da Qualicorp, divulgou informe aos cotistas de quatro dos seus fundos em que classifica como "totalmente descabida" a decisão da empresas de firmar um contrato de não competição por seis meses com seu sócio-fundador, José Seripieri Filho, ao custo de R$ 150 milhões líquidos.

Para a gestora, a questão não é apenas o valor, mas o acordo em si que, entre outras coisas, deveria ser levado à apreciação da assembleia de acionistas.

"Vamos buscar de todas as formas, inclusive na Justiça, os devidos reparos. Somos um dos maiores acionistas minoritários, com aproximadamente 9% da companhia, posição, por ora, mantida", informou no comunicado ao qual o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) teve acesso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade