Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Produção industrial acumula redução de 0,4% em 2 meses de perdas, diz IBGE


postado em 02/10/2018 10:45

A produção industrial do País acumulou uma redução de 0,4% em dois meses de perdas, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A indústria recuou 0,3% em agosto ante julho, após já ter registrado redução de 0,1% em julho ante junho.

"A indústria não recuava por dois meses seguidos desde o fim de 2015", notou André Macedo, gerente na Coordenação de Indústria do IBGE.

O movimento ocorre após dois meses de forte oscilação em decorrência da greve dos caminhoneiros: queda de 10,9% em maio ante abril, quando houve a paralisação dos caminhoneiros, seguida por alta de 12,7% em junho ante maio, com a calibragem do ritmo de produção pós-greve.

Revisões

O IBGE revisou o crescimento da produção industrial em julho ante junho, de -0,2% para -0,1%. A taxa de junho ante maio saiu de 12,9% para 12,7%.

O resultado de bens de capital de julho ante junho foi revisto de -6,2% para -5,4%. O desempenho de junho ante maio saiu de 26,6% para 25,3%.

Na categoria de bens intermediários, a taxa de julho ante junho foi revisada de 1,0% para 1,6%. O resultado de junho ante maio passou de 7,6% para 7,5%.

O desempenho de bens de consumo duráveis em julho ante junho passou de -0,4% para -0,7%. O resultado de junho ante maio saiu de 32,1% para 31,7%.

Já a alta de bens de consumo semi e não duráveis em julho ante junho saiu de -0,5% para -0,4%. O desempenho de junho ante maio foi revisto de 15,6% para 15,0%.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade