Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Demanda doméstica por voos cresce 5,19% em junho, diz Abear


postado em 26/07/2018 12:12

A demanda por voos domésticos (medida em passageiros-quilômetro pagos transportados, ou RPK) cresceu 5,19% em junho ante igual mês de 2017, de acordo com o levantamento da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que reúne os dados de suas associadas (Avianca, Azul, Latam e Gol).

Já a oferta doméstica de assentos (assentos-quilômetros ofertados, ou ASK) avançou 8,20% em relação a junho de 2017. Com a procura por voos domésticos aumentando em nível abaixo do verificado para a capacidade, a taxa de aproveitamento de voos domésticos caiu 2,23 pontos porcentuais (p.p.) na comparação anual, chegando a 78,01%.

Essa foi segunda vez em um ano que a taxa de aproveitamento de voos domésticos fica abaixo de 80%, depois dos 76,94% registrados em maio, quando o indicador foi prejudicado pela greve dos caminhoneiros. Conforme a Abear, o resultado de junho pode refletir ainda os "momentos finais" da paralisação e a pane no sistema de radares do controle de tráfego aéreo de São Paulo, o que afetou as companhias e, por consequência, o atendimento aos consumidores.

Ainda em junho, foram transportados 7,1 milhões de passageiros em voos domésticos, uma alta de 3,66%. A Gol manteve a liderança no mercado doméstico no mês, com participação de 35,93%, seguida pela Latam, com 31,42%. A Azul ficou com 18,89% do market share doméstico no período, enquanto a Avianca obteve uma fatia de 13,76%.

Com esses resultados, no primeiro semestre de 2018 a demanda por transporte aéreo doméstico cresceu 4,27% frente ao observado no mesmo intervalo de 2017, enquanto a oferta subiu 4,31%. Por sua vez, o fator de aproveitamento mostrou estabilidade, recuando 0,03 p.p. em um ano, para 80,28%.

A Abear destaca ainda que, em 12 meses terminados em junho, as aéreas brasileiras transportaram 100 milhões de passageiros. "A marca de 100 milhões foi perdida no começo de 2016, sendo somente recuperada agora", diz a entidade, em nota.

Mercado internacional

A demanda por voos internacionais (RPK) apresentou alta de 16,63% em junho na comparação anual, segundo dados da Abear, cujas associadas abrangem cerca de 30% desse mercado. A oferta internacional (ASK), por sua vez, cresceu expressivos 23,77% na mesma base de comparação, fazendo com que a taxa de ocupação dos voos internacionais caísse 4,90 pontos porcentuais (p.p.) no mês, para 80,01%.

Ao todo, foram transportados 656 mil passageiros entre o Brasil e o exterior em junho, número 9,99% maior do que o verificado um ano antes. A Latam respondeu por 69,86% do mercado no mês passado, seguida por Azul (17,26%), Avianca (6,75%) e Gol (6,12%).

Assim, nos primeiros seis meses de 2018, a demanda por transporte aéreo internacional cresceu 15,80% em comparação com o mesmo período de 2017, enquanto a oferta subiu 19,35%. Por sua vez, o fator de aproveitamento diminuiu 2,54 pontos porcentuais, para 82,60%.

Cargas

O transporte aéreo de carga pelas associadas da Abear movimentou 34,4 mil toneladas no mercado doméstico em junho, 21,26% acima do verificado em igual mês de 2017. No mercado internacional, o volume atingiu 21,8 mil toneladas, uma alta anual de 16,61%. De janeiro a junho de 2018, foram 184,7 mil toneladas de carga transportadas dentro do País (+15,18% ante igual intervalo de 2017) e 139,3 mil toneladas transportadas nas rotas internacionais (+37,01%).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade