Publicidade

Estado de Minas

China, UE e outros têm manipulado moedas e cortado juros, diz Trump


postado em 20/07/2018 10:30

São Paulo, 20 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em sua conta no Twitter que a China, a União Europeia e outros têm "manipulado suas moedas" e mantido taxas de juros baixas, enquanto os EUA elevam seus juros e o dólar se valoriza. Segundo ele, isso retira a vantagem competitiva do país.

"A China, a União Europeia e outros têm manipulado suas moedas e [mantido] os juros baixos, enquanto os EUA estão elevando e o dólar fica mais e mais forte a cada dia - o que retira nossa grande vantagem competitiva", escreveu Trump hoje. Na opinião dele, não há um ambiente justo na arena internacional.

"Os Estados Unidos não deveriam ser penalizados por estarmos nos saindo tão bem", afirmou Trump. "Um aperto [monetário] agora apenas prejudica tudo que temos feito", comentou. Em entrevista ontem à rede CNBC, o presidente americano já havia criticado o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, por elevar os juros, o que segundo ele ocorre sempre que a economia se fortalece. Na mesma entrevista, porém, o presidente americano também contemporizou, dizendo que não interferirá no trabalho do Fed.

No Twitter, Trump defendeu que os EUA possam "recapturar o que foi perdido devido à manipulação cambial ilegal e a acordos comerciais RUINS". Além disso, o presidente também comentou que os preços da soja recuaram 50% desde os cinco anos anteriores à eleição. "Uma grande razão para isso são os acordos ruins (terríveis) com outros países. Eles lançam grandes tarifas e barreiras. O Canadá cobra 275% sobre laticínios", reclamou. Segundo Trump, os fazendeiros americanos enfrentam uma tendência de baixa há 15 anos.

(Gabriel Bueno da Costa)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade