Publicidade

Estado de Minas

Correção: Tesouro prevê insuficiência de R$ 102,9 bi para regra de ouro em 2018


postado em 28/06/2018 16:24

Brasília, 28 - A nota enviada anteriormente contém uma incorreção. O pagamento antecipado do BNDES à União neste ano soma R$ 60 bilhões, e, não, R$ 70 bilhões como o informado. Segue o texto corrigido.

O Tesouro Nacional revisou a projeção de insuficiência para o cumprimento da regra de ouro neste ano, de R$ 181,9 bilhões para R$ 102,9 bilhões. De acordo com o órgão, a redução no rombo se deveu a antecipação do pagamento de R$ 60 bilhões da dívida do BNDES neste ano, à utilização de R$ 27,5 bilhões do fundo soberano e de R$ 17,4 bilhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento (FND).

Para 2019, o órgão estima que a insuficiência para o cumprimento da regra de ouro será de R$ 260,2 bilhões, chegando a R$ 307,3 bilhões em 2020 e ficando em R$ 228,4 bilhões em 2021.

(Lorenna Rodrigues e Idiana Tomazelli)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade