Publicidade

Estado de Minas

Trump vai se encontrar com Trudeau e Macron no G-7, diz assessor


postado em 06/06/2018 15:18

São Paulo, 06 - O diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou há pouco em coletiva de imprensa que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai se encontrar com os líderes da França, Emmanuel Macron, e do Canadá, Justin Trudeau, durante reunião do G-7, no final desta semana, em Quebec. A expectativa é que eles discutam a questão das barreiras comerciais.

O encontro de Trump com os líderes ocorre ao mesmo tempo que os Estados Unidos têm retomado a retórica comercial contra aliados. Na semana passada, ele anunciou que fracassaram as negociações para isenção temporária de tarifas de importação com o México, o Canadá e a União Europeia e reimpôs a barreira de 25% sobre o aço e 10% sobre o alumínio.

"Não estamos engajados em uma guerra comercial, mas as disputas comerciais têm de ser resolvidas", afirmou Kudlow, que classificou ainda Trump como defensor do livre-comércio. "Trump está usando as armas deles, apesar das críticas de nossos aliados do G-7."

O assessor econômico negou ainda uma informação veiculada pela

ABC News

ontem à noite, que dava conta que ele defendeu a Trump a isenção da cobrança dessas tarifas contra o Canadá. "Aparentemente esta é uma notícia falsa", afirmou. "Nossa relação com o Canadá é muito boa, somos aliados há muito tempo", ponderou.

Kudlow acredita que, após implementados, os novos acordos comerciais vão levar os EUA a uma taxa de crescimento anual de 3%.

Na conversa com a imprensa, que antecede a viagem dele a Quebec, Kudlow aproveitou ainda para criticar mais uma vez a Organização Mundial do Comércio (OMC). Para ele, a entidade se tornou "ineficaz" em mediar conflitos comerciais dos países.

(Mateus Fagundes)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade