Publicidade

Estado de Minas

Para Marina Silva, saída de Parente reflete falta de credibilidade do governo


postado em 01/06/2018 21:06

São Paulo, 01 - Para a pré-candidata à presidência Marina Silva (Rede), a saída de Pedro Parente da Petrobras reflete os erros de um governo sem credibilidade e incapaz de agir a tempo diante de uma situação grave.

"Tudo é feito ao sabor de circunstâncias, sem planejamento, sem reflexão e principalmente sem legitimidade", afirmou em nota a pré-candidata. Segundo Marina, a gestão de Parente foi bem avaliada pelo mercado, mas "faltou sensibilidade" no repasse do preço dos combustíveis direto ao consumidor.

"A saída de Parente revela, assim, as dificuldades desse governo de apresentar soluções efetivas para a crise que vive o país", declarou a ex-ministra.

(Bruno Caniato, especial para AE)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade