Publicidade

Estado de Minas

Rodrigo Maia reafirma que prazo final para votar Previdência é fevereiro


postado em 05/02/2018 19:42

Brasília, 05 - Após participar da abertura do ano legislativo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a afirmar que o prazo final de votação da reforma da Previdência é fevereiro. Ele, no entanto, admitiu que ainda não há consenso sobre a proposta e que será necessário buscar uma solução nas próximas semanas.

"O prazo final para votar a Previdência é fevereiro, se ampliar o prazo, não vota nada. Essa semana tem que ser uma semana de solução", disse Maia. Segundo ele, essa "solução" vai ficar mais clara a partir dos dias 19 e 20, quando está previsto o início da discussão do projeto no plenário.

O presidente da Câmara também evitou se comprometer com a ideia de criar um novo fundo para "suportar" o rombo da Previdência nos Estados. A ideia foi discutida nesta segunda-feira, 5, em um reunião com governadores.

Segundo Maia, está se abrindo um processo de diálogo com os governadores, porque ele sabem que a questão previdenciária "está fora do controle". "Todos sabem que é preciso construir uma solução, mas temos que ir com calma. Tem alguns temas que dá para construir um diálogo", disse.

Questionado se os governadores apoiariam o novo texto que será apresentado pelo relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), o presidente da Câmara disse que não sabia, mas que há uma "grande convergência" em relação à necessidade de fazer mudanças no sistema de aposentadorias.

A conversa com governadores nesta segunda-feira é parte da estratégia do governo de buscar votos a favor da proposta da Previdência. A ideia é levantar demandas dos Estados em troca de apoio à proposta no Congresso.

(Isadora Peron)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade