Publicidade

Estado de Minas

Antes do dia 20, não há posicionamento para tirar Previdência da pauta, diz Maia


postado em 05/02/2018 11:00

Brasília, 05 - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), distribuiu nota à imprensa na manhã desta segunda-feira, 5, para afirmar que, por ora, o cronograma de apreciação da Reforma da Previdência na Câmara está mantido. "Antes do dia 20 de fevereiro, não há da minha parte nenhum posicionamento para tirar a reforma da Previdência da pauta da Câmara", disse.

Segundo reportagem do jornal

Folha de S. Paulo

desta segunda, Maia pretende engavetar o texto porque não há previsão de que o governo conseguirá os votos necessários para a aprovação da matéria na data agendada, que é 20 de fevereiro. Pela reportagem, a intenção de Maia é dizer que o texto ficará como "legado" para ser votado em 2019 pelo próximo governo.

Na nota, Maia afirma que ainda terá novas conversas, tanto com governadores quanto com os próprios deputados, para avaliar o cenário em torno da reforma. "Hoje tenho uma reunião com governadores para discutir a Previdência e outros temas. E esta semana, com a chegada dos deputados, vamos ouvir um a um para ver, de fato, quantos votos temos para a votação desta matéria", informou.

A reunião com governadores será realizada às 15 horas desta segunda-feira na residência oficial de Maia.

(Igor Gadelha)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade