Publicidade

Estado de Minas

Temer diz ser 'muito provável' que nota de crédito volte com Previdência aprovada


postado em 29/01/2018 10:12

São Paulo e Brasília, 29 - O presidente Michel Temer afirmou nesta segunda-feira, 29, que é "muito provável" que o rebaixamento da nota de crédito do Brasil seja revisto pela agência de classificação de risco S&P Global Ratings caso a Reforma da Previdência seja aprovada em 2018.

"A agência de rating rebaixou nota do Brasil porque achou que a Reforma da Previdência não seria aprovada. Se aprovar a reforma é muito provável que esta nota seja recuperada" disse.

O presidente afirmou ainda que o governo não deve ceder mais no projeto da reforma além do que já fez em relação ao texto original. Apesar disso, o presidente admitiu que o diálogo com o Congresso pode gerar algum tipo de modificação na proposta, sem especificar o que poderia ser.

Temer citou números da melhoria econômica que a reforma deve gerar para o País e voltou a destacar que "um milhão de servidores públicos representa metade do déficit previdenciário". "Não estamos fazendo nada mais que aplicar o princípio de igualdade previsto na Constituição. Será que o trabalhador público trabalha mais arduamente que o trabalhador do setor privado?", questionou.

As afirmações foram feitas em entrevista ao vivo, concedida pelo presidente ao programa "Jornal Gente" da Rádio Bandeirantes, em São Paulo.

(Renan Truffi e Marcelo Osakabe)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade