Publicidade

Estado de Minas

Draghi, do BCE, critica de forma velada comentários de Mnuchin sobre dólar


postado em 25/01/2018 16:30

São Paulo, 25 - O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, criticou, embora de maneira não explícita, os comentários do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, de que um dólar mais fraco "é bom para o comércio", que acabou fazendo com que a divisa americana chegasse ao menor nível ante o euro desde 2014.

Em coletiva de imprensa após a decisão de política monetária do BCE, Draghi destacou que países "não devem falar sobre a taxa de câmbio motivados pela competitividade".

O dirigente europeu teve cuidado para não mencionar o nome de Mnuchin, mas fez referência duas vezes a um comunicado assinado por membros do Fundo Monetário Internacional (FMI), incluindo os EUA, em outubro de 2017, no qual os países se comprometem a se abster de comentários sobre câmbio motivados por competitividade.

Draghi declarou que movimentos no câmbio que são "justificados pela economia são um fato da natureza". No entanto, disse que a recente volatilidade foi causada por "alguém", "cuja linguagem não reflete os termos de referência que foram acordados".

"Diversos membros do Conselho do BCE expressaram preocupação, e essa preocupação foi também num sentido muito maior do que simplesmente a taxa de câmbio, foi sobre o status no geral das relações internacionais no momento", disse Draghi. (Gabriela Korman - gabriela.korman@estadao.com)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade