Publicidade

Estado de Minas

Funcef planeja listar mais companhias no Bovespa Mais


postado em 03/10/2011 19:49

O diretor de Investimentos da Funcef, Demósthenes Marques, disse que o fundo de pensão planeja estimular que as empresas que detém participação acionária sejam listadas na Bovespa Mais, segmento de acesso para companhias de menor porte na BM&FBovespa. Atualmente, o fundo de pensão investe em 33 Fundos de Investimentos em Participações (FIP), que detém fatias acionárias em cerca de 100 empresas. "Vamos apresentar aos gestores dos FIP a proposta do Bovespa Mais", afirmou o executivo, durante evento na capital paulista.

Hoje, o executivo participou da cerimônia de adesão da Desenvix no Bovespa Mais. A Funcef é uma das acionistas da companhia, juntamente com a Engevix e com a norueguesa SN Power. De acordo com Marques, a Funcef tem visto o Bovespa Mais como uma boa alternativa para dar visibilidade para empresas pouco conhecidas no mercado de capitais, que teriam poucas condições de obter sucesso em uma abertura de capital no Novo Mercado. "Quando realizarmos uma oferta primária de ações, os papéis da Desenvix serão precificados a um preço mais justo por já ser mais conhecida pelo mercado", argumentou Marques.


De fato, os planos iniciais da Engevix e da Funcef eram o de listar a Desenvix no Novo Mercado. A operação, não entanto, foi descartada após a perspectiva de que o preço mínimo por ação ficaria abaixo do esperado pelos acionistas. "O IPO era uma das possibilidades, mas não era uma necessidade", argumentou. Em paralelo a esse processo de listagem ao Bovespa Mais, a SN Power adquiriu, por R$ 706 milhões, 40,65% de participação acionária na Desenvix, operação que foi anunciada em agosto deste ano. A Engevix e a SN Power negociavam a parceria há três anos.

Na avaliação de Marques, os custos elevados das oferta de ações no Brasil acabam desestimulando a entrada na bolsa de empresas de pequeno porte. "O tíquete médio de emissões no Brasil é mais alto do que em outros lugares do mundo. Isso dificulta a entrada de empresas de menor porte na Bolsa", afirmou o executivo. Marques afirmou que a Funcef vem discutindo com as entidades do setor, como a Abrapp e a Abvcap, a adoção de mecanismos para facilitar a expansão do mercado de acesso no Brasil. A Desenvix foi a segunda empresa a aderir ao Bovespa Mais, listagem criada pela BM&FBovespa em 2005.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade