Publicidade

Estado de Minas

Zapatero obtém ajuda da China para dívida e bancos da Espanha


postado em 13/04/2011 07:47 / atualizado em 13/04/2011 07:49

A China seguirá comprando títulos da dívida e participará na reestruturação e capitalização das caixas de poupança da Espanha, anunciou em Pequim o primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero. "A China vai seguir apostando na dívida espanhola e no investimento no processo de capitalização e reestruturação das instituições financeiras espanholas, em particular das caixas de poupança", declarou Pequim.

Zapatero faz a quarta visita ao gigante asiático em sete anos de governo e a segunda em menos de um ano. Na sexta-feira, o chefe de Governo espanhol deve participar no 'Davos asiático', o Fórum de Boao, na ilha chinesa de Hainan.

Sem novas medidas

O chefe de governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, afirmou nesta terça-feira, em Pequim, que não prevê novas medidas para reduzir o déficit fiscal na Espanha. O anúncio foi feito logo antes da China confirmar a parceria com o país.

"Não há previsão no horizonte sobre novas medidas. Não há nada", disse Zapatero em coletiva na embaixada da Espanha em Pequim. "A vontade do governo é aprovar novas medidas de estímulo", revelou Zapatero, destacando que não se pode "baixar a guarda nas reformas", pois a Espanha precisa concluir o que começou e fazer mais, como a negociação coletiva.


Publicidade