Publicidade

Estado de Minas

Operadora de shoppings nos EUA alerta sobre concordata


postado em 12/11/2008 07:49 / atualizado em 08/01/2010 04:04

 A segunda maior operadora de shopping centers dos Estados Unidos, a General Growth Properties, afirmou estar prestes a entrar com um pedido de concordata. No Brasil, ela é dona ou administra 19 shoppings por meio de uma joint venture com a Nacional Iguatemi.

Segundo a administradora, a situação foi provocada pela queda nas vendas do varejo e pela dificuldade de acesso ao crédito. Ela disse que tem cerca de US$ 1 bilhão em dívidas que precisam ser renegociadas até 1° de dezembro e outros US$ 3 bilhões no ano que vem.

A empresa afirmou temer que, devido às condições atuais do mercado, não conseguirá refinanciar a sua dívida com juros baixos. Com o anúncio, as suas ações recuaram 64,3% em Nova York.

"Caso não consigamos prolongar ou refinanciar a nossa dívida ou obter capital adicional no momento apropriado e em termos aceitáveis, seremos obrigados a adotar novas medidas para conseguir os fundos para satisfazer nossas necessidades de curto prazo, incluindo buscar proteção legal contra nossos credores", afirmou a General Growth Properties.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade