Publicidade

Estado de Minas NOVIDADES NA QUARENTENA

Cerveja em casa

Empresas do setor ampliam entregas para lata, garrafa e growler individual de chope


postado em 05/04/2020 04:00

A Läut Beer oferece caixas com diferentes estilos de cerveja em garrafa(foto: Soul Marketing/Divulgação)
A Läut Beer oferece caixas com diferentes estilos de cerveja em garrafa (foto: Soul Marketing/Divulgação)


Delivery não é uma novidade para as cervejarias. O que muda é a lista de produtos oferecidos pelo serviço. Acostumadas a entregar barris de chope em casa, as empresas agora levam até os clientes cervejas em lata e garrafa, que antes eram vendidas exclusivamente em bares, restaurantes e supermercados. Outra opção é o growler individual de chope. Além de manter as vendas neste período de quarentena, as entregas aproximam as marcas do público final.
 
Para evitar que os clientes saiam de casa, a Läut Beer passou a oferecer todos os seus rótulos no delivery. A cervejaria trabalha com os mesmos preços dos supermercados e entrega gratuitamente em Belo Horizonte e Nova Lima. “Tivemos que contratar mais motoboys para dar conta das entregas. Os pedidos não param, recebemos mensagens o dia inteiro”, conta o responsável pelo marketing, João Paulo Anchieta. O número de entregadores passou de dois para quatro.
 
O mestre cervejeiro da Falke Bier, Max Falcone, faz entrega até de bicicleta(foto: Falke Bier/Divulgação)
O mestre cervejeiro da Falke Bier, Max Falcone, faz entrega até de bicicleta (foto: Falke Bier/Divulgação)
 
 
O delivery até então representava 11% do faturamento. “A nossa operação de delivery já estava estruturada e já tínhamos a filosofia de conversar com os consumidores via internet”, pontua. Em uma semana, a empresa vendeu todo o estoque de cervejas em lata. Restam agora as garrafas de 600ml, que são oferecidas em caixas com 15 unidades. O cliente tem a opção de comprar uma caixa só com pilsen ou uma caixa com estilos diferentes. Uma delas reúne session ipa, american ipa, pale ale, pil- sen e dark lager.
 
Marco Falcone, da Falke Bier, conta que o aplicativo de delivery da cervejaria, que já estava em funcionamento, tem sido um alento. Para driblar a queda de 80% do faturamento, ele investe nas entregas de cervejas em garrafa e lata ou chope em growler descartável de um litro e growler de porcelana de dois litros. “Felizmente, como já tinha essa experiência, só tive que dar uma turbinada no sistema. Criamos uma força-tarefa e todo mundo sai para fazer entrega”, destaca.
 
A cervejaria trabalha com dois carros, três motos e até bicicleta, se for preciso, para fazer as entregas. Em Belo Horizonte, o frete é gratuito e não há pedido mínimo. As cervejas pilsen e viena lager estão entre as mais pedidas. “Vamos conseguir passar por esta fase e em breve retomar com mais força, porque temos um mercado de cervejas muito maduro”, antevê Falcone. O bar da Falke, com cardápio da Bitaca Capetinga, permanece fechado.
 
FRETE GRÁTIS O cardápio de delivery do Albanos tem agora todas as cervejas em garrafa ou lata, com pedido mínimo de uma caixa (12 unidades). O cliente pode pedir desde a pilsen até as especiais, como american brown ale, e as sazonais, como a chocolate stout com doce de laranja. A casa ainda oferece frete grátis em um raio de dois quilômetros da loja do Bairro Sion ou para compras acima de R$ 200 em qualquer região da cidade. Existe a opção de retirar o pedido na loja do Lourdes.
 
Segundo o diretor comercial, Felipe Tavares, o delivery representava em torno de 35% do faturamento. Diante da queda da demanda por chope, a expectativa é de que os pedidos de cervejas avulsas para consumo em casa ajudem a empresa a passar por esta fase. “A expansão do serviço surgiu por uma questão de necessidade. Sempre demos preferência para os nossos parceiros, mas, como eles estão fechados, estamos em contato direto com os clientes”, comenta

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade