Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Sabores de Minas


postado em 10/03/2019 05:05

Os hambúrgueres da Bullger têm poucos e bons ingredientes(foto: Lucas Terrebili/divulgação)
Os hambúrgueres da Bullger têm poucos e bons ingredientes (foto: Lucas Terrebili/divulgação)

Tudo pela suculência


Já ouviu falar em smash burger? O estilo de hambúrguer importado dos Estados Unidos vem se espalhando por Belo Horizonte. Um dos lugares que servem a carne fina, que fica crocante por fora e suculenta por dentro, é a Bullguer, no Centro, unidade da hamburgueria paulistana que há quatro anos trouxe a proposta para o Brasil. A carne fresca (não pode ser congelada) vai para a chapa em bolinhas e ganha o seu formato característico com a ajuda de uma espátula de nome smash. “Utilizamos na nossa receita carne 100% black angus, que é muito macia e saborosa. Quase não vai tempero”, detalha Clara Luciano, que comanda a loja de BH ao lado da irmã Laura. O pão brioche, que vem de São Paulo toda semana, é carimbado com a logomarca da rede. A hamburgueria aposta na simplicidade das receitas, por isso trabalha com poucos ingredientes, todos básicos. O campeão de vendas – Lumberjack – tem pão, carne, queijo prato, picles, bacon e molho com toque picante de páprica, enquanto o Stencil reúne pão, carne, queijo prato, cebola roxa, tomate, alface e molho. “O nosso esforço é para o cliente vir pela primeira vez, porque temos bastante confiança de que ele vai voltar. Combinamos ingredientes de alta qualidade e preço adequado.” Fora os sanduíches, a casa é conhecida pela limonada, que mistura limão siciliano, limão taiti e amora, e a torta de maçã, servida quente com sorvete de baunilha e calda de caramelo. Destaque, ainda, para o milk-shake de limão siciliano, um dos sabores sazonais que chamam a atenção pelo ineditismo. Três meses depois da inauguração, as irmãs já planejam abrir outra unidade em BH.

Delivery de ovos


Se está difícil encontrar ovos caipiras em Belo Horizonte, o clube de assinaturas ovOvo tem a solução. Há dois meses em funcionamento, o negócio quer diminuir a distância entre os consumidores da capital e os pequenos produtores do interior de Minas. O cliente escolhe no site a quantidade e a frequência com que quer receber em casa ovos de galinhas criadas soltas e “felizes” em três cidades. Para se ter uma ideia, o plano que prevê a entrega de uma dúzia por semana custa R$ 68 por mês. A invenção é de Daniel Peron, que resolveu ajudar um primo que cria frango caipira em São João del-Rei. “No interior, tem muita oferta de ovos e às vezes ele tinha que vender a preços baixos. Sugeri, então, fazer um site para vender em BH, porque aqui o mercado é muito restrito”, conta o administrador, que quer fomentar a criação de galinha caipira. A expectativa é chegar a 300 dúzias mensais até o meio do ano.

Bem acompanhada


Cerveja não precisa estar sempre solitária. No novo bar da Sátira, que fica em Nova Lima, a bebida mostra toda a sua versatilidade misturada a outros ingredientes em drinques criativos. “Quem bebe se surpreende, porque não jogamos simplesmente a cerveja ali. O mixologista Tiago Santos nos ajudou a testar as combinações e explorar características da bebida que enriquecem a experiência, como sabor, aroma e o gás”, comenta o diretor de marketing Eduardo Gomes. As bases alcoólicas são bem diversas (uísque, vodca, cachaça e rum), o que prova que a cerveja combina com vários sabores. No drinque Tangiripa, a cerveja IPA se mistura a vodca de baunilha, manjericão, tangerina, suco de maçã e suco de limão. Já a cerveja lager é combinada com rum, licor de amêndoas, suco de limão e angostura para formar o Brooklyn Lager. A Satirinha é uma versão de caipirinha com cerveja double IPA, cachaça, limão taiti e limão siciliano. Os drinques com cerveja reforçam a proposta da Sátira de tratar a bebida de forma mais despojada, sem formalidade ou sofisticação.


Publicidade