UAI
Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Alok retoma em Nova Lima, neste domingo (14), agenda de shows no Brasil

DJ vai se apresentar no Jardim Canadá, após cancelar show devido à morte de Marília Mendonça. Avanço da vacinação contra a COVID-19 traz segurança, afirma ele


14/11/2021 04:00 - atualizado 14/11/2021 08:22

De jaqueta marrom, o DJ Alok olha para a câmera. Ao fundo, veem-se tripés do estúdio de fotografia
Neste domingo, Alok vai tocar músicas do disco que gravou em estúdio nova-limense durante a pandemia (foto: Gil Inouie/divulgação)
O DJ Alok escolheu Nova Lima para fazer sua primeira apresentação presencial no Brasil após as restrições impostas pela pandemia. Ele vai tocar neste domingo (14/11) à noite, no espaço Star 415, no Jardim Canadá. Outra atração será a dupla sertaneja Israel & Rodolffo.

A princípio, Alok subiria ao palco no sábado passado. No entanto, o DJ cancelou o show devido à morte da cantora e compositora Marília Mendonça, ocorrida no dia anterior em acidente de avião em Caratinga, na Região Leste de Minas Gerais.

“Estou completamente desolado. Não consigo acreditar. Não encontro respostas que me acalmem. Desculpas aos meus fãs e aos produtores, mas estou cancelando meu show esse fds. Não tenho condições de levar alegria pra vocês. Muita tristeza... muita. Luto”, escreveu ele nas redes sociais.

Alok conversou com o Estado de Minas sobre a retomada de sua agenda brasileira depois de se apresentar no festival Untold, na Romênia. “Fiz um show fora do Brasil e foi incrível. Ficou o sentimento de que faltava a volta ao meu país para preencher esse espaço”, conta.

 

Nova Lima foi o “refúgio” de Alok para gravar seu álbum em coautoria com povos indígenas. Realizado durante a pandemia, o disco traz a imersão musical e espiritual do DJ nas tradições kariri-xocó, huni kuin, iauanauá e guarani.

 

 


Fazer na cidade mineira sua primeira apresentação presencial no Brasil tem significado especial, revela Alok. “Voltar para aquele lugar onde estava imerso na criação do álbum – inclusive, vou tocar algumas músicas dele –, traz o retorno das (minhas) perspectivas. O showbusiness estava muito incerto, a gente não sabia como as coisas seriam para essa volta. A gente pode até ter planejamento, mas quando não tem a perspectiva de quando as coisas vão retomar, a gente vive muita angústia, ansiedade, estresse. O show marca a volta, mesmo, dessa perspectiva”, afirma.

O progresso da vacinação no país deixa o DJ confiante. “Mesmo se (o show) fosse legal, mas não fosse moral, eu não faria. Tanto é que já houve algumas reaberturas e nunca participei. Agora, sinto que a população está com a vacinação avançada, as coisas voltando à normalidade. Eu me sinto mais seguro para voltar sem colocar outras pessoas em risco”, afirma.

O espaço Star 415 pode receber até 4 mil pessoas. O público deve apresentar uma cópia do cartão de vacinação contra COVID-19 ou o ConectSUS com as duas doses ou a dose única.

Quem não completou o esquema vacinal terá de mostrar o resultado de teste negativo para o novo coronavírus, realizado até 72 horas antes do evento.

Alok

Neste domingo (14/11), às 20h. Star 415. Rua Star, 415, Jardim Canadá, Nova Lima. A partir de R$ 220 (feminino) e R$ 250 (masculino).  Ingressos: https://star415eventos.com.br/alok-israel-e-rodolffo__86



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade