UAI
Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Cat Power canta Frank Ocean e Lana Del Rey em novo álbum de covers

"Covers" será lançado em janeiro de 2022. Duas músicas já estão disponíveis nas plataformas: "Bad religion" e "A pair of brown eyes"


10/10/2021 04:00 - atualizado 09/10/2021 16:11

Cantora Cat Power
Cat Power, reconhecida por sua marca personalíssima nos próprios discos, já tem dois discos com releituras de outros artistas, assim como será ''Covers'', que ela anunciou no programa ''The late late show'', de James Corden (foto: Mario Sorrenti/Divulgação)

A cantora e compositora norte-amerina Cat Power (nome artístico de Chan Marshall) anunciou na última quinta-feira (7/10) o álbum "Covers", programado para chegar às plataformas digitais em 14 de janeiro de 2022, por meio da gravadora inglesa Domino Records. No disco, ela interpreta canções de artistas como Frank Ocean, Iggy Pop, Lana Del Rey, Nick Cave e Billie Holiday.

O anúncio foi feito durante o "The late late show", programa apresentado por James Corden na TV estadunidense. Na ocasião, Cat Power apresentou sua releitura da música "Bad religion", lançada pelo cantor Frank Ocean no disco "Channel orange" (2012). Após a apresentação, a música foi disponibilizada nas plataformas digitais como um single duplo que inclui também o cover da música "A pair of brown eyes", lançada pela banda irlandesa The Pogues em 1985, no disco "Rum sodomy & the lash".

Produzido pela própria cantora, "Covers" terá 12 músicas de diferentes artistas, como "Pa pa power", da banda Dead Man's Bones, do ator Ryan Gosling; "White mustang", da cantora Lana Del Rey; "Endless sea", de Iggy Pop; "I had a dream Joe", de Nick Cave; e "I'll be seeing you", de Billie Holiday (1915-1959).

O registro de estúdio ainda contará com as músicas "Against the wind", do cantor Bob Seger; "These days", de Jackson Browne; "It wasn't god who made honky tonk angels", da cantora de country Kitty Wells (1919-2012); e Here comes a regular", da banda The Replacements. O disco também inclui uma versão atualizada da música "Hate", lançada por Cat Power no disco "The greatest" (2006), e rebatizada como "Unhate".

Esse álbum encerra a trilogia de discos de covers iniciada pela artista com "The covers record", lançado em 2000 com releituras de The Rolling Stones, Bob Dylan e Velvet Underground. Até hoje, o cover de Cat Power da música "Sea of love", lançada pelo cantor e compositor Phil Phillips em 1959, é a mais popular na página da cantora no Spotify, somando mais de 70,8 milhões de reproduções.

A segunda parte da trilogia foi o álbum "Jukebox", de 2007, formado por covers de Joni Mitchell, Janis Joplin (1943-1970), Billie Holiday e Bob Dylan.
 
Ao longo dos anos, Cat Power se consolidou como uma artista capaz de reorganizar músicas de outros artistas, colocando elas dentro de seu universo soturno e melancólico. Em geral, as canções que ela grava em discos são testadas antes ao vivo, durante seus shows.

A vontade de registrar sua interpretação de "Bad religion" nasceu assim, como ela explica em nota enviada à imprensa. A música fez parte de sua última turnê, realizada em 2018. "'In your face', uma música minha, estava me deixando triste. Então eu comecei a aprender a letra de 'Bad religion' em vez de ficar super-deprimida. Tocar covers é uma maneira muito agradável de fazer algo que parece natural para mim quando se trata de fazer músicas."

"Covers" é o primeiro álbum de estúdio de Cat Power desde o elogiado "Wanderer" (2018), disco que trouxe um cover da balada pop "Stay", lançada por Rihanna no disco "Unapologetic" (2012). No mesmo ano, a cantora lançou um cover do clássico "What the world needs now", gravado pela primeira vez pela cantora norte-americana Jackie de Shannon, em 1965.





receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade