Publicidade

Estado de Minas #SABIA NÃO, UAI

Sátira, cultura pop e humor ácido: os bastidores da série Rick and Morty

Seriado lançado em 2013 chega à quinta temporada cheio de mistérios e teorias que envolvem fãs. Confira curiosidades sobre essa animação


19/08/2021 14:36 - atualizado 19/08/2021 16:33


Se você está aqui, você já deve se sentir parte da família Smith. Ao longo de 5 temporadas, a série “Rick and Morty” conquistou fãs em todo o mundo e marcou a cultura pop com seu enredo ácido e produção única. Os últimos episódios da quinta temporada serão lançados em 5 de setembro, mas não faltam dúvidas para resolver os mistérios apresentados até agora.
 
Enquanto as respostas não chegam, o ‘Sabia Não, Uai’ separou algumas curiosidades da série, que estreou em 2013 na TV norte-americana. O que será que ocorrendo com a Beth do Rick C-137? E a Diane? Estamos vendo o ‘nascimento’ do Evil Morty? Vem com a gente nesta viagem pelos bastidores da série. 



A história de “Rick and Morty” se passa na casa dos Smith, onde o avô, Rick, volta a morar com a filha, Beth, após abandoná-la por alguns anos. No momento em que se passa a série, Beth está em um relacionamento com Jerry, com quem teve a filha Summer na adolescência. O casal também tem um filho, Morty, que acompanha o avô nas aventuras pelo universo.

Como surgiu ‘Rick and Morty’?

Muito antes de a série ser criada, os amigos Justin Roiland e Dan Harmon já trabalhavam com televisão e tinham um certo contato. Em entrevista ao canal oficial no YouTube da  produtora Adult Swim, Roiland conta que Harmon perguntou se ele sabia de algum projeto de animação que pudesse ser desenvolvido. Assim, Justin mostrou “The real animated adventures of Doc and Mharti”. 

A dupla principal de protagonistas surgiu como uma paródia do filme “De volta para o futuro”, sendo Doc and Mharti uma representação cítrica de Dr. Brown e Marty MCfly. Com algumas adaptações e um humor bem característico, surgiram o Rick e o Morty que conhecemos.

Assim, em 2 de dezembro de 2013, “Rick and Morty” estreou na TV norte-americana. Além de participar da produção e da criação da série, Justin Roiland também é o dublador dos dois personagens principais. 

Dublador bêbado

Na entrevista ao canal da Adult Swim, Mike Lanzzo, diretor da produtora, contou que, de primeira, não queria que Roiland fizesse as vozes de Rick e de Morty. Porém, após um tempo de produção do projeto, Justin convenceu a produtora. 

Aliás, em alguns episódios, o dublador trabalhou bêbado para conseguir o tom de voz do Rick. Em um vídeo no canal oficial da Adult Swim, a produção mostrou detalhes de um dia de gravação em que Justin tomou alguns shots de tequila e cerveja. 


Referências à cultura pop

Além de “De volta para o futuro”, “Rick and Morty” também se inspira em vários filmes e fatos da cultura pop para contar a história dos personagens principais. Aliás, o nome original em inglês de cada episódio de “Rick and Morty” faz referência a uma produção na qual a série se inspirou e com o recurso de misturar os nomes dos personagens principais, como em “Star Mort: rickturn of the Jerri”, uma referência a “Star Wars: return of the Jedi”.
Cena de Rick and Morty em comparação ao filme Star Wars: Return of The Jedi(foto: Reprodução)
Cena de Rick and Morty em comparação ao filme Star Wars: Return of The Jedi (foto: Reprodução)

No episódio “Olha quem está expurgando agora”, a trama segue Rick e Morty em um mundo onde que por um dia os seres são livres de regras e podem fazer o que quiserem. Essa é exatamente a premissa da franquia de filmes de terror “Uma noite de Crime”. 

Cena de Rick and Morty em paralelo ao filme
Cena de Rick and Morty em paralelo ao filme "Noite de Crimes" (foto: Reprodução)

Isso também ocorre com “Mad Max”. Em “Rickmancing the stone”, Rick e Morty vão para um universo pós-apocalíptico e vivem em um deserto com guerreiros sem lei.

Cenário pós-apocalítico e caçadores: cena de Rick and Morty em paralelo ao filme Mad Max
Cenário pós-apocalítico e caçadores: cena de Rick and Morty em paralelo ao filme Mad Max

No episódio “Cãotador de gramas”, Rick e Morty passeiam por sonhos fugindo de uma criatura semelhante ao Freddy Krueger, do clássico de terror “Hora do pesadelo”.
Comparação entre o personagem Freddy Krueger e o personagem de Rick and Morty(foto: Reprodução)
Comparação entre o personagem Freddy Krueger e o personagem de Rick and Morty (foto: Reprodução)

Com várias inspirações claras de cultura pop, alguns fãs especulam que a trama da série também tenha toques de inspiração da vida pessoal dos criadores. Na segunda e terceira temporadas, Beth e Jerry, pais de Morty, estão se divorciando. Enquanto essa parte da série estava sendo produzida, o escritor e produtor Dan Harmon também estava passando por um divórcio na vida real. 

Crítica a outras produções 

Enquanto alguns episódios soam como homenagem à produções famosas, outros apresentam críticas e sátiras. Filmes que usam o recurso de reviravolta plot twist, investigação e o personagem Indiana Jones fazem parte da lista de produções ironizadas no seriado.

No episódio “One crew over the crewcoo’s Morty”, Rick critica os roteiros de filmes de roubo e investigação e fala como acha chato o recurso narrativo do tipo “sua reação estava no meu plano desde o ínicio”. 


Nem mesmo a franquia de filmes de super-heróis da Marvel ficou de fora. O episódio  “Vindicators 3: the return of Worldender” é uma paródia clara dos Vingadores. Aliás, esse episódio também faz referências a “Jogos Mortais”. 

As produções da Marvel também foram criticadas no episódio “Rickternal friendshine of the spotless Mort”, desta quinta e mais recente temporada.

Filmes com dragões, feiticeiros e poderes mágicos também foram “zoados” em Rick Morty no episódio Foras da lei e com desordem: unidades de vítimas do Morty. 

Episódio de Rick and Morty que satiriza filmes de
Episódio de Rick and Morty que satiriza filmes de "magia" medieval (foto: Reprodução Adult Swim)

Referências culturais e históricas

E nem só de cultura pop vive o enredo de “Rick and Morty”. Vários fatos históricos são citados na série. No episódio “Rattlestar ricklactica”, Rick e Morty conhecem um planeta de cobras que está em uma ‘guerra de raças’. A principal figura do planeta é uma cobra com um bigodinho quadrado. Se essa referência por si só não fosse óbvia, a série crítica, em vários momentos, o nazismo. 

Episódio de Rick and Mory critica o nazismo (foto: Reprodução Adult Swim)
Episódio de Rick and Mory critica o nazismo (foto: Reprodução Adult Swim)

Já o episódio “Uma loja do diabo” traz um embate entre religião e ciência ao promover o encontro de Rick, um cientista niilista, com o Diabo. Esse episódio também tem referências a clássicos de terror, como “O cemitério maldito”, de Sthepen King, e ao fundador do Facebook, Mark Zuckerberg.


A teoria Gravity Falls

Série
Série "Gravity Falls", escrita por Alex Hirich (foto: Reprodução Disney)

Os criadores de Rick and Morty são muito próximos de Alex Hirsch, criador da série “Gravity Falls”, que era produzida pelo Disney Channel. Em vários momentos, os amigos fazem referências à série, como no episódio “Confusão em Little Sanchez”, em que a imagem do Bill Cipher, vilão de “Gravity Falls”, aparece em um computador.

No episódio “One crew over the crewoo’s Morty”, Summer brinca que, hoje em dia, todo mundo pode ter uma série na Netflix. E essa é uma piada interna entre amigos já que, na época do lançamento da temporada, Alex tinha acabado de fechar um contrato com a plataforma de streaming. 

Alguns fãs teorizam que as duas séries se passam no mesmo universo, em razão da proximidade dos criadores e dos enredos, que contam com ciência, mistérios, portais para outras realidades e criaturas alienígenas. 

*Estagiária sob supervisão do subeditor Rafael Alves


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade