Publicidade

Estado de Minas CULTURA

Museu Nair Mendes Moreira será reinaugurado nesta quarta (23), em Contagem

Mesmo com a reinauguração, o espaço permanecerá fechado à visitação por causa das restrições impostas pela pandemia da COVID19.


22/06/2021 16:59 - atualizado 22/06/2021 17:01

O Museu Nair Mendes Moreira, em Contagem, teve sua estrutura recuperada e será reinaugurado amanhã, após quatro anos interditado(foto: Prefeitura de Contagem/Divulgação)
O Museu Nair Mendes Moreira, em Contagem, teve sua estrutura recuperada e será reinaugurado amanhã, após quatro anos interditado (foto: Prefeitura de Contagem/Divulgação)
Será reinaugurado nesta quarta-feira (23/6), às 19h, o Museu Nair Mendes Moreira, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A solenidade será realizada por meio de uma live pelo Facebook da prefeitura.
 
Durante a reunião, será exibido um vídeo para mostrar como ficou o monumento histórico e a importância da edificação, que ficou mais de quatro anos interditada e fechada à visitação.
O museu teve a estrutura totalmente recuperada e recebeu várias melhorias. As novidades são a construção de um espaço de convivência e de rampas que dão acessibilidade, principalmente para os deficientes físicos.
 
O casarão chegou a abrigar o Departamento de História, Memória e Patrimônio Cultural do município, com significativo acervo documental sobre a história da cidade.
 
Depois de ser fechado à visitação por falta de segurança, o museu foi invadido por pessoas em situação de rua, depredado e sofreu um princípio de incêndio enquanto aguardava a restauração, o que acabou com a interdição total do edifício.
 
Foram investidos na obra R$ 1,3 milhão, financiados pelo Fundo Municipal do Patrimônio Cultural – Fumpac. As intervenções duraram cerca de nove meses e seguiram todas as orientações do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR).

A história
 
A antiga “Casa do Registro”, construída no século 18, por volta de 1716, deu origem a “Contagem das Abóboras”, o primeiro nome dado à região por onde passavam todas as riquezas da Coroa Portuguesa.
 
Na época, a casa servia como posto fiscal de arrecadação para controlar a entrada e saída de ouro e outras mercadorias.
 
Restaurada em 1991, a edificação abrigou a Casa de Cultura, que foi tombada pelo Decreto 10.060, de 14 de dezembro de 1998.
 
Em 2007, o Instituto Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) reconheceu a importância histórica da casa e a transformou no Museu Nair Mendes Moreira, o primeiro museu de Contagem.
 
O museu leva o nome da educadora que viveu entre 1914 e 1981, uma célebre moradora do município que realizou vários serviços nas áreas educacionais, sociais e religiosas.
 
Ela deixou um grande legado na área da educação, com destaque para a obra “Histórias e Lições”, de 1973.
 
Mesmo com a reinauguração, o Museu Nair Mendes Moreira permanecerá fechado à visitação por causa das restrições impostas pela pandemia da COVID-19.
 
Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, no dia 31 de agosto está prevista uma exposição com acervo da comunidade quilombola dos Arturos, mas as visitações dependerão das condições sanitárias do município referente à pandemia. Já que ainda não há um projeto para visitação on-line.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade