Publicidade

Estado de Minas INSTRUMENTAL

Contrabaixista Fi Maróstica lança 'Visão do mar', seu primeiro disco solo

As cantoras Monica Salmaso, Vanessa Moreno e Tatiana Barra dispensaram a palavra para interpretar as melodias compostas pelo paulista


22/06/2021 04:00 - atualizado 22/06/2021 06:58

Depois de tocar com destaques da MPB, Fi Maróstica apresenta o disco autoral
Depois de tocar com destaques da MPB, Fi Maróstica apresenta o disco autoral "Visão do mar" (foto: Zé de Holanda/Divulgação)

Depois de acompanhar diversos artistas do universo da canção e da música instrumental e gravar dois discos com a cantora Vanessa Moreno, o compositor, arranjador, produtor e contrabaixista Fi Maróstica lança o primeiro álbum solo, “Visão do mar”.

Com nove faixas autorais, o novo trabalho conta com a participação de Filó Machado (em “Nino e Cal”), além das cantoras Monica Salmaso (“Visão do mar”), Vanessa Moreno (“Alice” e “Borboleta”) e Tatiana Parra (“Borboleta” e “Pros irmãos”).

Instrumento 
Os convidados emprestaram a voz ao álbum de Fi, mas dispensaram as palavras. “Pra mim, voz é vida, o instrumento mais orgânico de todos. Quis trazer esse vento fresco para os arranjos e para dançar junto dos outros instrumentos”, conta o compositor.

Além de Fi Maróstica (baixo acústico e elétrico), “Visão do mar” traz Alexandre Ribeiro (clarinete), Tiago Costa (piano) e Cleber Almeida (bateria).

O projeto veio maturando aos poucos. “Tem composições feitas há alguns anos, mas que acabaram ficando na gaveta. Como trabalho com vários artistas, infelizmente deixei o meu próprio disco para depois. Pensei em fazer um disco solo, mas fiquei protelando até que, num determinado momento, pensei: cara, quero muito registrar essas composições, já tenho bastante coisa. E vi que realmente tinha um disco pronto”, conta Fi.

O repertório reúne criações recentes e antigas. “Fiz um apanhado”, revela o contrabaixista. A faixa-título “Visão do mar” é a mais antiga de todas. “Ela já foi até gravada. Em 2016, produzi um disco da Vanessa Moreno chamado 'Em movimento' e ela canta esta música. É parceria minha com a amazonense Ellen Fernandes”, revela. Na época, ele estava mergulhado no universo do compositor Dori Caymmi, uma de suas referências.

Influenciado pelo filho de Dorival Caymmi, Fi mandou a melodia para Ellen. E se supreendeu com o resultado. “Elafez uma letra totalmente ligada à coisa do mar, sem que eu comentasse algo a respeito. Quando recebi a letra, pensei: é muito bacana quando a gente consegue, sem as palavras, expressar a atmosfera daquilo que pensamos.”

O álbum começou a ser produzido no final de 2019. “É um disco tipo live, gravado ao vivo mesmo, sem aquela coisa de pós-produção. Pegamos dois dias de estúdio e fizemos o registro. Queria gravar as participações também, mas isso só veio a ocorrer em fevereiro de 2020”, relembra.

Porém, a pandemia chegou, obrigando Fi a paralisar tudo. “Devagarzinho, fomos terminando a mixagem e a masterização. Tudo à distância. Foi uma experiência incrível.” A mixagem só foi concluída em setembro de 2020.

Já que o confinamento social o impediu de tirar fotos para a capa, Fi recorreu à solução doméstica: a pintura em papel com guache e tinta a óleo criada pela filha dele, Alice. “Ficou muito legal. Mandei para um amigo designer e ele fez a arte. Foi assim que consegui resolver o que faltava.” Aliás, Alice é também a musa do pai em uma das faixas.

Por enquanto, Fi lançou seu trabalho solo nas plataformas digitais e planeja uma tiragem em vinil. Isso no Brasil, porque no Japão vai sair o CD físico. “Eles vão prensar o disco lá, já estamos em adiantado processo de negociação”, informa.
Depois de “Visão do mar”, Fi Maróstica sonha em gravar um álbum de baixo solo. “Só contrabaixo mesmo, até cheguei a levantar algumas coisas e gravar em casa para testá-las.”

CARREIRA 
O paulista de Ourinhos é instrumentista disputado. Já trabalhou com meio mundo: Antônio Nóbrega, Fabiana Cozza, Hermeto Pascoal, Heraldo do Monte, Toquinho, Miucha, Arismar do Espírito Santo, Renato Braz, Verônica Ferriani, Elza Soares, Wilson das Neves, Hamilton de Holanda, Pedro Altério, Tó Brandileone e Dani Black.

Em parceria com a cantora Vanessa Moreno, Fi desenvolve o projeto de baixo e voz presente nos discos “Vem ver” (2013) e “Cores vivas” (2016), ambos também lançados no Japão.

“VISÃO DO MAR”
Disco de Fi Maróstica
9 faixas
Disponível nas plataformas digitais


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade