Publicidade

Estado de Minas BRUMADINHO

Festival de arte e cultura começa neste domingo em Casa Branca

Eventos on-line e instalações ao ar livre fazem parte da agenda. A curadora Dudude Herrmann diz que ação é fruto da mobilização solidária de artistas


20/06/2021 04:00 - atualizado 20/06/2021 07:29

Moradora de Casa Branca, Dudude Herrmann diz que festival cumprirá protocolos sanitários(foto: Francisco Herrmann/divulgação)
Moradora de Casa Branca, Dudude Herrmann diz que festival cumprirá protocolos sanitários (foto: Francisco Herrmann/divulgação)

Criado em 2019 logo após depois da tragédia do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, o “Festival de arte e cultura de Casa Branca” chega à segunda edição neste domingo (20/06), com atividades on-line. A proposta é contribuir para a restauração econômica e social da comunidade.

A curadoria ficou a cargo da artista de dança Dudude Herrmann, do designer Fred Paulino, mentor do projeto Gambiologia, e de Thaís Mol, especializada em moda e cinema, gestora do Ateliê Confio.

RESTAURAÇÃO 

Dudude Herrmann diz que o festival tem a missão de “reparação e restauração do ser, da qualidade de vida e de trazer alegria por meio da arte e da sensibilidade”. Preocupada, a artista aponta “irresponsabilidades minerárias que todos nós de Minas Gerais presenciamos, com a água desaparecendo e a mineração insana sumindo com as nossas montanhas”.

Diante desse quadro, Dudude, Thaís Mol e Fred Paulino decidiram agir. “Não tínhamos dinheiro, mas o negócio foi acontecendo devagarzinho. Convidei vários artistas amigos. Todos concordaram em ajudar e realmente vieram para a primeira edição do festival. Como deu certo, vimos a necessidade de continuar realizando outras edições.”
Desta vez, os recursos vieram da Lei Aldir Blanc. Entre as atrações, Dudude cita a live com seis horas de duração que irá ao ar pelo YouTube e redes sociais no próximo domingo (27/06). “Inicialmente, pensamos em convidar as pessoas que participaram da edição de 2019. Infelizmente, não foi possível por causa da pandemia. Então, convidamos o que seria possível para nós”, explica.

Um corredor de faixas, com trechos de poemas, dará as boas-vindas aos visitantes. Durante uma semana, a agenda terá instalações, programação de rádio, shows e teatro, com apresentações ao vivo transmitidas pelas redes sociais.

A artista plástica Brígida Campbell criou a instalação “O movimento sutil das coisas”, escultura cinética instalada na praça do Jardim Casa Branca. Fred Paulino e o Coletivo Birulei prepararam a obra digital “A árvore dos sonhos” usando como suporte o tronco da paineira que é o símbolo do festival.

O Confio Ateliê Criativo, projeto que atende mulheres e adolescentes atingidas pela tragédia, criou instalação em crochê no principal ponto de ônibus de Casa Branca. O diretor de teatro Adyr Assumpção ocupará o canal do festival no YouTube, apresentando diariamente, a partir das 6h, o programa “Rádio Guará – A voz de Brumadinho”.

Dudude destaca a necessidade de mobilização para proteger a natureza. “Estamos abismados com o que está acontecendo com a Serra do Curral, o nosso cartão-postal. É preciso colocar um freio nisso. Criamos o parlatório de fala livre, no qual as pessoas que trabalham e cuidam de preservação e conservação desses locais possam dar depoimentos”, diz.

Os protocolos sanitários para combater a COVID-19 serão respeitados. “Isso é um fator fundamental para continuarmos tecendo futuros. Vamos fazer algumas interferências não presenciais em Casa Branca. Deixaremos de presente o trabalho da Brígida, que ela vai pendurar em determinado local, além de outras surpresas.”

CRIANÇAS 

A contadora de histórias Beatriz Myrrha gravou textos que serão apresentados por meio do alto-falante de um carro de som. “Ele circulará para que a criançada possa escutar. Teremos música, teatro, palhaçaria, rádio, instalações e parlatório, diversas atrações interessantes”, reforça a curadora Dudude Herrmann.

Participarão do festival Maurício Tizumba, Danusa Menezes, Frederico Herrmann, Regina Souza, Patrícia Lobato & Renato Motha, Thais & Thainara, Vitor Santana, Grupo Trampulim, Palhaço Popó, Izabel Stewart, Tarcísio Homem, Clara Valente, Brisa Marques, Julia Panadés, Luciana Tanure e Odilon Esteves, entre outros artistas.

2º FESTIVAL DE ARTE E CULTURA DE CASA BRANCA

Neste domingo, (20/06), instalações de Brígida Campbell, em Casa Branca; Ateliê Confio, na Praça São Sebastião; intervenção digital de Fred Paulino e Coletivo Birulei na Praça São Sebastião. De segunda (21/06) a sexta (25/06), às 6h, programação da Rádio Guará – A voz de Brumadinho, com transmissão pelo YouTube (http://casabrancafest.com.br). Domingo (27/06) às 11h, live de seis horas consecutivas ao vivo no canal do evento no YouTube.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade