Publicidade

Estado de Minas GASTRONOMIA

Da Boca reúne cinco bares e restaurantes em Santa Tereza

Três casas da Rua Silvianópolis abrigam Santa Pizza, Rotisseria Central, O Beco, Lolita e bar de cerveja artesanal, com capacidade para receber 150 pessoas


12/06/2021 04:00 - atualizado 12/06/2021 09:31


Lucas Vereza é um dos sócios do empreendimento, que ocupa três casas na Rua Silvianópolis (foto: RAMON LISBOA/EM/D.A PRESS)
Lucas Vereza é um dos sócios do empreendimento, que ocupa três casas na Rua Silvianópolis (foto: RAMON LISBOA/EM/D.A PRESS)

O nome mercado ficou para trás junto com o conceito de “food hall”, que no auge chegou a ter 22 restaurantes e bares. Hoje atendendo apenas como Da Boca, o espaço nascido em 2018, no Jardim Canadá – que fechou definitivamente as portas no início da pandemia, está em novo endereço.

Depois das bem-sucedidas incursões na Savassi (fundado em janeiro de 2020) e Buritis (fevereiro de 2021), o Da Boca está de portas abertas em Santa Tereza. Inaugurado esta semana em três casas na Rua Silvianópolis (uma delas do Santa Pizza, que agora faz parte do complexo), o projeto segue o conceito dos anteriores.

Leia: No 'Mestres do sabor', chef mineira Bruna Martins ganha fama nacional

Espaços menores, com menos operações, para um público de 150 pessoas, que é o estimado para Santa Tereza. Além do Santa Pizza, o Da Boca conta com uma filial da Rotisseria Central (criada no Mercado Novo) e com O Beco, dos mesmos proprietários do Capitão Leitão, restaurante na própria Rua Silvianópolis. Completando o cardápio estão o Lolita, espaço de drinques e vinhos, e um bar de cerveja artesanal, dos próprios sócios do Da Boca.

“É basicamente o mesmo modelo com outros restaurantes”, explica o sócio Lucas Vereza. “Santa Tereza foi escolhido porque buscamos bairros que tenham uma personalidade, um público que já frequente, pois nossa ideia de expansão é estar mais perto das pessoas. Em vez de elas se deslocarem (como era o caso do Jardim Canadá), nós nos deslocamos. E Santa Tereza é um lugar boêmio, já tem o seu público”, acrescenta.

Com a Rotisseria e o Santa Pizza já conhecidos, O Beco aparece como novidade. “Foi criada uma cozinha sem amarras, que passa por todas as culturas. O nome beco vem da street food (comida de rua), mas não oferece só coisas para comer com a mão. São pratos para compartilhar”, conta Vereza.

Assim como os dois anteriores, o Da Boca em Santa Tereza conta com mesas na calçada e serviço de garçom. “O conceito do Jardim Canadá foi inovador para o Brasil, só havia lá fora. Com nossos erros e acertos, aprendemos que o ideal, para o nosso formato, é ter um serviço menor em local mais aconchegante, com charme”, explica Vereza, que espera inaugurar, ainda em 2021, mais duas filiais do Da Boca.

No momento, os sócios avaliam locais nos bairros Castelo, Lourdes e Vila da Serra, em Nova Lima. “A partir de 2023, iremos para São Paulo e depois queremos expandir nacionalmente”, adianta Vereza.

DA BOCA
Rua Silvianópolis, 464, Santa Tereza. Diariamente, das 11h às 22h


TEREZA  GASTRÔ
(foto: VITOR MACIEL/DIVULGAÇÃO)
(foto: VITOR MACIEL/DIVULGAÇÃO)

Também nesta semana, foi inaugurado em Santa Tereza o Chefs Tereza Gastrô, na Rua Tenente Freitas, 245, loja 4. À frente do restaurante está o chef César Faeda (foto), conhecido do público da região pelo Bar do Museu Clube da Esquina e pelo Metrô Tereza. O novo espaço une a cozinha de raiz mineira com a tradição italiana. O cardápio diurno destaca frango com quiabo ou no milho e rabada com agrião. Já à noite a ênfase vai para massas caseiras e sopas. Um empório vende produtos de fabricação própria. Informações: (31) 98310-6262.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade