Publicidade

Estado de Minas MÚSICA ERUDITA

Orquestra de Minas Gerais abre edital para formar a Academia Filarmônica

Projeto de formação de instrumentistas distribuirá bolsas e oferecerá aulas adaptadas ao currículo dos candidatos selecionados


17/05/2021 04:00 - atualizado 17/05/2021 07:21

Edital para jovens instrumentistas está aberto a partir de hoje, no site da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Maestro Fabio Mechetti diz que haverá ''preparação completa'' dos alunos(foto: Daniela Paoliello/Divulgação)
Edital para jovens instrumentistas está aberto a partir de hoje, no site da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Maestro Fabio Mechetti diz que haverá ''preparação completa'' dos alunos (foto: Daniela Paoliello/Divulgação)

Não é escola, tampouco universidade. Atende pelo nome de Academia Filarmônica o projeto de formação de instrumentistas para orquestra que a instituição mineira lança nesta segunda-feira (17/5). O edital, disponível no site da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, vai até 6 de julho. Serão destinadas 17 vagas a músicos residentes em Minas Gerais.

“A maioria das universidades e conservatórios dos Estados Unidos e da Europa têm orquestras. Quando o jovem entra nas escolas, ele já adquire essa experiência. No Brasil, isso praticamente não existe. E há uma diferença grande entre solista e músico de orquestra. Em geral, quanto melhor o solista, menos a pessoa se adapta ao tipo de atitude que uma orquestra requer, pois o músico tem que jogar em equipe”, comenta o maestro Fabio Mechetti, diretor artístico da Filarmônica.

Não é necessário estar cursando universidade de música para entrar na Academia. Os candidatos têm que ter entre 15 e 30 anos. A seleção será feita por meio de vídeo. “Como se fosse uma audição. Tanto que, no edital, há alguns excertos para os músicos se prepararem”, comenta Mechetti. A Academia é aberta para todos os instrumentos de orquestra, à exceção de piano.

BOLSA

O projeto integra o Programa Vale Música, do Instituto Cultural Vale. Os selecionados receberão uma bolsa de R$ 1,5 mil. Cada um deles poderá permanecer no programa por até três anos. “Haverá uma avaliação contínua ao longo do processo. Além do aprimoramento técnico do instrumento, haverá uma preparação completa, com aulas também teóricas”, diz Mechetti.

O curso será dividido em aulas individuais e coletivas, em modelo híbrido (virtual e presencial). “O currículo será adaptado para cada aluno, de acordo com a necessidade. Aqueles que fizeram curso universitário terão um currículo diferente, pois já tiveram aulas de história da música, por exemplo”, cita o maestro.    

Os alunos também participarão dos ensaios da Filarmônica, como oportunidade de estudar o repertório. “Eles poderão fazer concertos de música de câmara, viajar com o grupo pelo estado, tocar em escolas, claro que quando a pandemia permitir. Não digo que terão que ter exclusividade, mas a bolsa existe para que se dediquem a fundo.”

O maestro, que vive com a família em Jacksonville, na Flórida, voltou a Belo Horizonte neste mês, já vacinado. Rege os quatro últimos concertos de maio da Filarmônica (dias 20, 21, 27 e 28). As apresentações, até segunda ordem, seguem com transmissão ao vivo na Sala Minas Gerais, sem plateia. 

“Estamos de acordo com as condições impostas pela prefeitura, mas esperando uma abertura. Existem atividades que não têm mesmo como abrir, mas estamos, junto com o Sesc/Palladium e outras instituições, implementando protocolos de segurança mais seguros do que os de restaurantes e supermercados. Não é que eu queira que os outros fechem. Quero é abrir também. Além do mais, boa parte dos nossos assinantes já foi vacinada”, afirma o maestro.

Até o momento, a programação de concertos da Filarmônica continua com os programas e solistas previstos para este ano. “No segundo semestre, talvez mudemos alguma coisa, porque o nível de vacinação está abaixo do previsto, e o programa traz uma orquestra maior. Além disso, alguns solistas estão com dificuldade de sair de seus países. Mas, em termos de concertos em si, estamos tentando o máximo possível para mantê-los.”

ACADEMIA FILARMÔNICA
As inscrições devem ser feitas on-line a partir desta segunda-feira (17/5) até 6 de julho, no endereço fil.mg/academiafilarmonica, onde está disponível o edital. Dúvidas: academia@filarmonica.art.br


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade