Publicidade

Estado de Minas CINEMA

Diretoras dominam a programação do Santos Film Fest, que começa hoje

Primeira negra a dirigir um longa no Brasil, a cineasta mineira Adélia Sampaio ganha homenagem e participa de bate-papo on-line nesta terça à noite


16/03/2021 04:00 - atualizado 16/03/2021 09:27

Adélia Sampaio, diretora do pioneiro filme lésbico %u201CAmor maldito%u201D, ganha homenagem especial (foto: SPCINE/REPRODUÇÃO)
Adélia Sampaio, diretora do pioneiro filme lésbico %u201CAmor maldito%u201D, ganha homenagem especial (foto: SPCINE/REPRODUÇÃO)
"Sou superentusiasta de cultura, aficionada em cinema. Fazer cultura, fazer cinema na atual condição é necessário não só para quem faz, mas para quem recebe. O que está salvando a nossa saúde mental é ter um filme ou uma série para assistir”, afirma Paula Azenha, diretora do Santos Film Fest, em parceria com o marido, André Azenha.

Realizado desde 2016, o festival reúne filmes e atividades formativas como palestras, bate-papos e masterclasses com o intuito de promover a inclusão no cinema. Devido à pandemia, o evento faz sua segunda edição on-line de hoje (16/3) a 23 de março, com agenda voltada para trabalhos dirigidos ou produzidos por mulheres. 

A cineasta mineira Adélia Sampaio, de 77 anos, será a homenageada desta edição. Nesta terça, às 19h30, ela participa de bate-papo mediado por Paula Azenha. Pioneira e visionária, foi a primeira negra a dirigir um longa no Brasil. “Amor maldito”, lançado em 1984, é também o primeiro filme lésbico do país.

Aos 13 anos, a mineira teve o primeiro contato com o cinema, ao assistir a “Ivan, o terrível”, que despertou sua paixão pela sétima arte. Adélia Sampaio conta que lutou muito para conquistar espaço no mercado dominado por homens brancos.

Paula e André Azenha mostram e-books distribuídos pelo Santos Film Fest (foto: Acervo pessoal)
Paula e André Azenha mostram e-books distribuídos pelo Santos Film Fest (foto: Acervo pessoal)

Relatos de abuso

“Foi difícil, sempre fui abusada. Foram várias humilhações. O fato de ser mulher, preta e filha de  empregada doméstica causava estranheza. Cresci ouvindo a minha mãe dizer: ‘Filha, para cima do medo, coragem!’”, relembra. “Essa filosofia me fez encarar os mais diversos desafios. Naquela época, mulher num set de filmagem era sempre a namoradinha do diretor. Brigando sempre, consegui ser diretora de produção de set e me impus.”

Adélia Sampaio é só elogios ao Santos Fest: “Estou encantada com o festival, muito feliz e orgulhosa pela homenagem. Nós, mulheres brancas, negras, índias e amarelas, precisamos estar a navegar na cultura”, afirma.

Até 23 de março, serão exibidos 73 curtas e longas brasileiros e estrangeiros selecionados por três júris, por meio de edital. Um deles analisou filmes nacionais, o outro se dedicou a produções de outros países e o terceiro ficou a cargo de filmes regionais da Baixada Santista.

Nas edições passadas, o festival destacou artistas negros e LGBTQIA+. Paula Azenha lembra que o cinema americano, por meio de suas premiações, passou a valorizar os negros e agora se volta com mais ênfase para a criação feminina.

“Ainda que exista um esforço da gente, é algo que ainda está longe do ideal. Ainda assim, vale a iniciativa e por isso a gente faz este festival”, afirma Paula, lembrando que duas mulheres disputarão o Oscar 2021 na categoria direção: Chloé Zhao (por “Nomadland”) e Emerald Fennell (por “Bela vingança”).

A programação completa do festival pode ser conferida no site do festival, que também disponibilizará e-books relacionados ao cinema brasileiro. Ali podem ser feitas as inscrições para assistir aos filmes e participar das atividades formativas.

Serão duas sessões de longas brasileiros e estrangeiros por dia. Os demais filmes poderão ser assistidos do primeiro minuto de quarta-feira (17/3) às 15h de 23 de março, terça que vem.

SANTOS FILM FEST
Até 23 de março. Nesta terça (16/3), às 19h30, bate-papo com a cineasta mineira Adélia Sampaio. Programação completa no site do festival.

*Estagiário sob supervisão da editora-assistente Ângela Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade