Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Show de Flávio Renegado abre o Festival de Verão da UFMG

Programação on-line e gratuita começa nesta quinta (04/03) e terá também apresentações teatrais e debates


03/03/2021 04:00 - atualizado 03/03/2021 07:33

O rapper mineiro Flávio Renegado abre a programação com show às 20h, transmitido via YouTube(foto: Denise Ricardo/Divulgação)
O rapper mineiro Flávio Renegado abre a programação com show às 20h, transmitido via YouTube (foto: Denise Ricardo/Divulgação)
Recém-lançado nas plataformas digitais, “Fica pro café”, primeiro single do novo álbum de Flávio Renegado, terá seu clipe lançado nesta quinta-feira (4/3). E é também na data que o rapper belo-horizontino apresenta o show  “Renegado samba groove”, abrindo, às 20h, oficialmente, o 15º Festival de Verão da UFMG. Tudo on-line, claro.

Até o próximo dia 11, o evento promovido pela universidade vai abrigar uma série de atividades no canal do YouTube da Diretoria de Ação Cultural: oficinas, seminário, bate-papo, exposição, shows e apresentações teatrais. A programação foi criada a partir do tema Transversal – redes de cidadania e direito à cultura.

No show, Renegado convida sua madrinha artística, Elza Soares, para reler músicas conhecidas do cancioneiro brasileiro. Na sexta (5/3), às 20h, será transmitida a mostra de dança “#DireitoàCulturaNasQuebradas”, em que sete artistas traduzem sua trajetória na Grande BH, com direção do coreógrafo Marcelo Mendes.

Assista ao teaser: 


O sábado (6/3) será destinado à poesia. A partir das 19h, ocorre o sarau “De Quebrada: não procure no centro”, com poetas e slamers da cidade. Durante a transmissão vai ocorrer o lançamento da coletânea “De quebrada”, livro resultante de oficina realizada na edição 2020 do Festival de Verão.

Na segunda (8/3), às 19h, Titane e Maurício Tizumba se apresentam na abertura do 9º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU). O show foi criado especialmente para o evento e vai incluir músicas marcantes do início da carreira dos artistas, nos anos 1980.

Na terça (9/3), às 12h, será apresentada a Mostra de Coros Universitários, organizada pelo Ars Nova. No mesmo dia, às 19h, haverá a exibição da video-performance “Vozes de luta”, em que o Grupo de Teatro Mulheres de Luta fala de sua trajetória na Ocupação Carolina Maria de Jesus. Haverá exibição de cenas dos espetáculos “Todas elas” (2017) e “AntígonaS” (2019).

O Grupo Sarandeiros, de dança popular, se apresenta às 12h de quarta (10/3). À noite, a partir das 19h, a atriz Teuda Bara estará no centro da tela com o espetáculo “Doida no quintal”. Dirigida por Inês Peixoto, sua colega no Grupo Galpão, a montagem on-line é uma adaptação de “Doida”. Agora revista sob o viés do isolamento social, a peça reúne cenas gravadas no quintal do apartamento de Teuda, no bairro Santo Antônio, ao lado de seu filho, Admar Fernandes.

No encerramento do festival, em 11/3, o grupo Mulheres do Jequitinhonha exibe, às 12h, o vídeo “A terra, o canto e as mulheres do Jequitinhonha”. E às 19h, sob a regência de João Pedro Boroni, haverá apresentação do Madrigal Renascentista Unifal.

A atriz Teuda Bara adaptou a montagem de
A atriz Teuda Bara adaptou a montagem de "Dona Doida" aos tempos de pandemia e apresenta "Doida no quintal", na próxima quarta-feira (foto: Fernanda Abdo/Divulgação)

DEBATES

Além da programação artística, o festival destaca vários encontros e debates. Um dos destaques é o Seminário Internacional Direito à Cultura, que vai reunir em conferências representantes de universidades brasileiras e da América Latina, nesta quinta (4/3) e sexta (5/3). 

Ainda que o Festival de Verão seja em formato digital devido à pandemia do novo coronavírus, haverá algumas ações em lugares de Belo Horizonte. A mostra “Universidade Cidade” fará a partir de sexta (5/3), sempre às 19h30, projeções noturnas diárias na fachada do Espaço do Conhecimento UFMG, na Praça da Liberdade, e em seis estações do metrô. 

Durante todo o período do evento, o Centro Cultural UFMG, na Avenida Santos Dumont, exibirá o estandarte Divercores em sua fachada. Trata-se de uma bandeira gigante com rostos de pessoas LGBT e não binárias estampados. A intervenção foi criada por 15 adolescentes que participaram do curso cidadania criativa.

15º FESTIVAL DE VERÃO UFMG
O evento on-line será realizado desta quinta (4/3) a 11 de março no canal youtube.com/culturaufmg. A programação, gratuita, está disponível no site www.ufmg.br/festivaldeverao.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade