Publicidade

Estado de Minas CARNAVAL 2021

Pré-carnaval do Monobloco lança a folia na rede

Nesta terça (9/02), começam as iniciativas para fazer a festa de momo existir em formtato on-line, com encontro inédito de Ivete Sangalo e Claudia Leite


09/02/2021 04:00 - atualizado 09/02/2021 08:06

Monobloco anima o Carnaval 2021 com estreia em seu Canal oficial no YouTube e desfile virtual na plataforma Cidade Alta RP(foto: Monobloco/Divulgação)
Monobloco anima o Carnaval 2021 com estreia em seu Canal oficial no YouTube e desfile virtual na plataforma Cidade Alta RP (foto: Monobloco/Divulgação)

Começar a folia nos dias que antecedem o carnaval é até normal para os mais ansiosos em muitas partes do Brasil. Realidade difícil de se acostumar, para muita gente, é a ausência da celebração nas ruas, como será neste 2021. 

Contudo, diante da impossibilidade de desfiles e aglomerações neste mês de fevereiro, devido à pandemia do novo coronavírus, a criatividade e a tecnologia possibilitam que blocos se apresentem, e até desfilem, ao menos virtualmente.

Nesta terça-feira (9/2), o carismático Monobloco, um dos principais nomes do carnaval carioca, começa sua programação da folia deste ano de forma totalmente virtual. Serão 10 vídeos inéditos, lançados em seu canal no YouTube.

Os vídeos foram gravados de forma remota, com cada ritmista em sua casa. Tudo foi mixado e editado, com a participação dos vocalistas Pedro Luis, Renato Biguli, Pedro Quental, João Biano, Mariá Pinkusfeld, Igor, Thais Macedo e Gui Valença, além do guitarrista Cachaça e de Carlos Chaves nos cavacos.

Segundo Celso Alvim, maestro das baterias e um dos fundadores do grupo, o repertório escolhido traz a “diversidade rítmica do Monobloco, com músicas que tenham uma mensagem otimista, para cima, a ver com o carnaval”. 

REPERTÓRIO 


Essa seleção inclui Não deixe o samba morrer (Edson Conceição e Aloísio Silva), Samba de arerê (Arlindo Cruz e Xande de Pilares), Muito obrigado axé (Carlinhos Brown), Tá escrito (Revelação), Toda forma de amor (Lulu Santos), Do seu lado, Festa no morrão, Pescador de ilusões (O Rappa), Favela chegou/Evoluiu (Anitta e Ludmilla/Kevin O Chris) e Saideira (Skank).

Segundo ele, cerca de 120 batuqueiros participaram das gravações. O processo foi possível graças à migração das oficinas de percussão ministradas pelo Monobloco para o formato on-line. 

“Entendemos que seria bacana marcar uma presença nas redes, na internet, nesse período. Tanto para não passar o carnaval em branco quanto para fazer algo para os fãs, e aí resolvemos vincular nossa oficina, que sempre desfilou. Capacitamos os alunos para gravar ao vivo as músicas e ficou um trabalho muito bacana. O público vai matar um pouco as saudades do Monobloco”, afirma o maestro.

Fundado em 2000, o grupo vive a antes improvável situação de um ano sem carnaval. “O não carnaval de 2021 talvez seja o momento mais triste desta pandemia, especialmente num Brasil onde tem sido tão difícil conviver. Vamos sentir muita falta da comunhão com o público. Na verdade, já estamos sentindo, era para estar na adrenalina da preparação do desfile”, diz.

O maestro observa que, “durante a pandemia, os aniversários e o Natal comemorados em pequenos núcleos até foram possíveis, mas o carnaval tem a ver com rua, aglomeração, beijo na boca, coisas impensáveis neste momento”.

Sem possibilidade segura para um desfile de carnaval pelas ruas do Rio ou de qualquer cidade brasileira no momento, o Monobloco fará um cortejo em realidade virtual. No sábado (13/2), graças à plataforma Cidade Alta RP, o maior servidor brasileiro do game GTA, será possível participar (no caso dos jogadores) e assistir, via transmissão nas mídias sociais do grupo, ao evento inédito. 

INUSITADO 


“Foi um convite inusitado. Não é um universo que eu frequente esse dos games, mas fomos convidados para criar uma playlist para um ambiente virtual do desfile do Monobloco. Nessa proposta do game, as pessoas vão poder entrar em contato, vai ter camarote, enfim, é uma forma de vivenciar o bloco virtualmente”, explica Celso Alvim, que revela um esforço do Monobloco para que “o coração dos brasileiros não fique tão abandonado neste carnaval”. 

O Cidade Alta RP é um espaço virtual que utiliza a modalidade Role Play do game GTA, um dos mais populares do mundo. Nela, os jogadores assumem personagens e podem explorar livremente o ambiente virtual criado, que reproduz situações do cotidiano. 

Em tempos de isolamento, a plataforma tem sido usada por influenciadores e marcas,  a fim de promover seus produtos. O desfile digital, que terá trio elétrico e abadás, será às 20h30 de sábado e é chamado “o primeiro carnaval gamer brasileiro”.  

Além do Monobloco, outros grupos e artistas carnavalescos se viram como podem para levar um pouco da folia para dentro da casa das pessoas e cumprir suas agendas com eventos atraentes para os patrocinadores. A programação para os próximos dias inclui apresentações de nomes importantes de várias partes do Brasil. Na sexta-feira de carnaval, uma das figuras mais emblemáticas do carnaval baiano faz sua festa particular pela internet. 

Na live Carnaval Virtual da Rainha, Daniela Mercury promete apresentar seus principais sucessos e também algumas novidades para o público, a partir das 20h30, com transmissão pelo seu canal no YouTube. 

Também na sexta-feira, o e-Carnaval SulAmérica terá Preta Gil apresentando um encontro virtual com shows de Péricles, Bell Marques e Jota Quest. Ela estará no Morro da Urca, no Rio de Janeiro, enquanto os convidados se apresentam de outros lugares. Péricles participa de São Paulo; Jota Quest, de Belo Horizonte; e Bell Marques, de Salvador. 

O evento, gratuito, será das 18h às 21h, com transmissão pelo canal da SulAmérica no YouTube, canais LIKE e 500 da Claro TV, pelas rádios Mix Rio e SulAmérica Paradiso FM e pela nova plataforma de streaming SulAmérica Paradiso, que é acessada via aplicativo ou site.

No domingo (14/2), o Cordão do Boitatá, outro grupo importante do carnaval de rua do Rio de Janeiro, comemora 25 anos de fundação com baile multicultural e virtual, a partir das 15h, com transmissão pelo canal do YouTube direto do Teatro Riachuelo Rio. 

Em BH, onde o carnaval de rua se tornou um dos maiores do país nos últimos anos, também não haverá programação nas ruas por causa da pandemia da COVID-19. Os principais blocos da cidade ainda não anunciaram programações específicas de lives para os próximos dias. 

SKINDÔ, SKINDÔ A DISTÂNCIA
Confira a programação da semana de folia na internet

Terça-feira (9/2) :  
>> Monobloco estreia 10 vídeos inéditos 
Gratuito, no YouTube (www.youtube.com/c/MonoblocoOficial)

Sexta-feira (12/2):
>> Carnaval Virtual da Rainha Daniela Mercury 
Gratuito, no YouTube (www.youtube.com/user/SiteDanielaMercury) 

>> e-Carnaval SulAmérica, com Preta GIl, Péricles, Bell Marques e 
Jota Quest. Gratuito no YouTube (www.youtube.com/c/sulamerica), 
canais LIKE e 500 da Claro TV

Sábado (13/2):
>> Primeiro Carnaval Gamer Brasileiro, com Monobloco 
Gratuito, nas redes sociais do Monobloco

Domingo, (14/2):
>> Show virtual do Cordão do Boitatá 
Gratuito no YouTube (www.youtube.com/teatroriachuellorio) 

 
 
Pandemia une Claudia e Ivete

Helvécio Carlos

Elas se conhecem há muitos anos. Sabem a trajetória uma da outra, mas só agora, em plena pandemia, vão cantar lado a lado no carnaval. Ivete Sangalo e Claudia Leitte estarão juntas no próximo sábado (13/2), a partir das 17h30, em live transmitida nos canais de ambas no YouTube e também pelo Multishow. 

Segundo Ivete, o encontro é uma forma de "respeitar essa data”. Ela lembra que “são cinco dias em que sempre tivemos direito de viver e se jogar”. A apresentação deve durar três horas, mas as duas fazem segredo sobre o repertório. O que deixam claro é que ninguém vai ficar parado um minuto. 

"Faremos um revezamento massa!", disse Claudia, em encontro virtual com jornalistas ontem. "Existe um desejo de não fazer nada separado. Já está tudo tão separado, a pandemia nos separou...", afirma Ivete, que imagina ter um público amplo.

“Seja o folião frequente do carnaval de Salvador, seja aquele que gosta da gente e todo aquele que está precisando desse aconchego, dessa alegria de carnaval, de ligar a televisão e assistir a alguma coisa que não nos remeta ao medo e a essa ansiedade", diz. "Queremos nos divertir, ser felizes também", comenta Cláudia. Sobre a suspensão do carnaval, ela diz: "Não fui pega de surpresa. Eu me preparei psicologicamente para a história, mas meu coração ficou triste. Esperamos pelo carnaval como a criança espera pelo Papai Noel no Natal. Sonhamos com o momento de estar lá".

Ivete observa que "essa felicidade foi interrompida” e afirma: “A tristeza não é só nossa, mas de todo mundo que gosta de carnaval". Ainda assim, elas estão otimistas: "A vacina está aí e todos seremos vacinados."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade