Publicidade

Estado de Minas

Henrique Portugal sobe ao palco com Leo Jaime e Maurinho Berrodagua

Tecladista do Skank abre nesta terça Palco Brasil, novo projeto musical de BH. No repertório, sucessos dos músicos, além de clássicos do rock mundial


postado em 05/11/2019 04:00

Letícia Sousa/Divulgação
(foto: Letícia Sousa/Divulgação)
Leo Jaime e Maurinho Berrodagua (ex-Tianastácia) são os convidados de Henrique Portugal (foto), tecladista do Skank, na abertura de Palco Brasil, nesta terça-feira (5), a partir das 21h, no Jack Rock Bar (Avenida do Contorno, 5.623, Funcionários). O novo projeto musical de BH faz sua estreia em noite especial de tributo ao rock. A abertura fica por conta da Banda Putz Grilla. Na sequência, Portugal sobe ao palco acompanhado de Berrodagua. O setlist vai de Tim Maia a Jorge Ben, passando pelo pop rock do Skank, que anunciou no domingo o fim da banda e turnê de despedida em 2020. Já Leo Jaime terá no repertório os sucessos As sete vampiras, A fórmula do amor, além de pérolas do rock mundial, como Should i stay or should i go (The Clash). Ingressos: R$ 35 (primeiro lote). Informações: (31) 3227-4510.

Andréa Azzi
Exposição
Tiago Nunes/divulgação
(foto: Tiago Nunes/divulgação)

A artista plástica mineira Andréa Azzi inaugura nesta terça-feira (5), às 17h, a mostra A linguagem é uma pele (foto), na AM Galeria (Rua do Ouro, 136, Serra). Andrea iniciou seus trabalhos no final dos anos 1980, produzindo pinturas, instalações multimídia e objetos e passou as últimas três décadas morando na Suíça. Após 25 anos sem mostrar seu trabalho no Brasil, a artista exibe agora produção de pinturas realizadas nos últimos cinco nos com curadoria de Manu Grossi. Seu trabalho é baseado na experiência visual e no inconsciente, com interesse pela linguagem das artes plásticas, gráficas e os códigos das ruas, a força das formas e das cores, a música. Entrada franca. Informações: (31) 3223-4209.

FAN-BH
INSCRIÇÕES

Estão abertas as inscrições para oficinas, aulas, minicursos e residência criativa para a 10ª edição do Festival de Arte Negra de BH (FAN-BH), que acontecerá entre 18 e 24 de novembro em mais de 20 espaços da capital mineira. As atividades envolvem temas como a história da África pré-colonial, a luta antirracista, dramaturgia, música, cinema, empreendedorismo negro, criatividade e moda. A programação reúne obras, artistas e atuantes das culturas negras, compondo um olhar expandido e diverso para focalizar as subjetividades negras e suas singularidades artísticas. As curadoras desta edição são Aline Vila Real, Grazi Medrado e Rosália Diogo. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelo site www.fan.pbh.gov.br, no qual também constam todas as informações sobre o evento.

Entrevista musical
Horta e Mourão
Entrevista Musical/Divulgação
(foto: Entrevista Musical/Divulgação)

Os músicos Túlio Mourão (piano)  e Toninho Horta (violão) são os convidados do Entrevista musical, comandado pela jornalista e escritora Malluh Praxedes (foto). Na pauta, música e boas histórias. O projeto é realizado na Casa Outono – Rua Outono, 571, Carmo. Ingressos: R$ 30. Informações: (31) 99906-0624.

Maurício Canguçu
Bate-papo na Funarte

Maurício Canguçu participa de bate-papo nesta terça, às 19h30, na Funarte (Rua Januária, 68, Centro), com artistas e público em geral. Durante o encontro, o coordenador da Funarte em Minas Gerais apresentará os principais eixos de ação para 2020, como o Laboratório da Cena, Projeto Funarte Aberta e Edital Funarte Mostra Minas, entre outros. Entrada franca. Informações: (31) 3213-3084.

Dias de tormenta 
Branco Di Fátima
Geração Editorial/Divulgação
(foto: Geração Editorial/Divulgação)

O jornalista mineiro Branco Di Fátima lança nesta terça-feira (5), às 18h30, na Livraria Leitura do Pátio Savassi (Avenida do Contorno, 6.061, São Pedro), o livro Dias de tormenta. A obra mostra como a internet e fake news levaram milhões de manifestantes às ruas e foram cruciais para mudar a história de países como Brasil, Irã, Portugal, Venezuela, Egito e Estados Unidos nos últimos 30 anos. Entrada franca. Informações: (31) 3288-3800.

O pagador de promessas
cinema comentado

O pagador de promessas, de Anselmo Duarte, que conquistou a Palma De Ouro, em Cannes, em 1962, será exibido e comentado nesta terça-feira (5), às 19h, no Cine Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza). A apresentação será do especialista em cinema Marco Túlio Ulhôa. O filme é uma adaptação de texto teatral homônimo de Dias Gomes (1922-1999), numa produção da Cinedistri, filmada na Bahia, em 1961. Para o papel principal, Duarte escalou o ator Leonardo Villar, que havia protagonizado a encenação da peça teatral em São Paulo, em 1960. Entrada franca. Informações: (31) 3277-4699.


Publicidade