Publicidade

Estado de Minas CONTA-GOTAS

Mantenha suas unhas saudáveis


postado em 19/04/2020 04:00



(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)


Você "faz as unhas" toda semana? Deixa o esmalte, por dias, e só o retira para passar outra cor? Saiba que essa rotina pode causar alguns problemas para as unhas, deixando-as com escamações e até mesmo quebradiças e enfraquecidas. "As unhas precisam de alguns cuidados simples para que a sua saúde seja mantida. É necessário deixar que elas ‘respirem’ de vez em quando", afirma Luzia Costa, especialista em estética e fundadora da Sóbrancelhas. Para isso, o passo a passo ideal para deixar suas unhas saudáveis em casa é: retirar o esmalte, lixar as unhas, esfoliar as mãos, hidratar as cutículas, aplicar a base e, por fim, proteger as mãos.








Vínculos afetivos
Com o avanço da pandemia de coronavírus, as crianças estão com dificuldade para entender o momento e ficam mais ansiosas. Como se trata de um problema enfrentado por todo o mundo, o Departamento de Saúde Mental da Organização Mundial da Saúde (OMS) listou formas de passar por esse momento com os pequenos, visando ao bem-estar de toda a família. Atividades lúdicas podem ajudar as crianças a expressarem os seus sentimentos e aprender a lidar com o medo. Outra forma de aproveitar o tempo com as crianças e bebês é fazer uma massagem nos pequenos. O toque ajuda a melhorar os vínculos afetivos, além de provocar estímulos cerebrais e motores, reforçando a consciência corporal.



Caspa e queda de cabelo
O medo e as incertezas com o coronavírus podem gerar estresse e aumentar a ansiedade. E as manifestações físicas podem ocorrer até no couro cabeludo. Segundo a tricologista Viviane Coutinho, o estresse pode agravar casos de caspa e levar a um quadro de queda do cabelo. Para combater esses problemas, causados por fatores emocionais, a especialista recomenda a higienização frequente dos fios. “A escolha dos cosméticos específicos para equilibrar nosso sistema capilar é importante, bem como massagens no couro cabeludo para relaxar a tensão, fazer uma alimentação bem balanceada para repor nutrientes e exercícios físicos para melhorar a oxigenação e manter a mente saudável neste período.”


Em busca de saúde... física, mental e espiritual!
 
(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
Muito se fala nas tradições da medicina oriental e de suas milenares aplicações. Porém, poucos conhecem os reais benefícios de terapias como o reiki e as vantagens que a prática de meditação traz para o corpo e mente. Para explicar melhor sobre as terapias orientais e seus benefícios, Luís Delgado, autor e mestre em reiki e karuna reiki, explica como o método pode ajudar em algumas curas.

» Curando a rejeição
As feridas emocionais oriundas da rejeição podem ser tratadas com compaixão a partir do sistema karuna reiki e/ou psicologia analítica, promovendo aceitação e, consequentemente, a transformação do indivíduo.

» Onde estão as raízes do nosso sofrimento?
A relação que temos com nós mesmos reflete a nossa relação com o mundo. Portanto, pode-se trabalhar individualmente problemas como a violência, entre outros, mudando a visão que se tem de si mesmo, em nível quântico, energético, e assim promover transformações no mundo.


» Tratamento da ansiedade
O uso de ansiolíticos e antidepressivos aliado ao contato com o reiki para uso complementar pode ter resultados positivos e promover uma transformação interior.




Celulite: questão de estética ou saúde?
 
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Terror para parte das mulheres, a celulite é provocada pelo acúmulo de gordura sob a pele em algumas regiões do corpo. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), cerca de 95% das mulheres de todas as etnias apresentam esse aspecto nas pernas, nádegas e quadris, além de regiões como mamas, parte inferior do abdômen, braços e nuca. Os sinais costumam aparecer após a puberdade e podem acometer tanto mulheres obesas quanto magras, causando incômodo em muitas pessoas, principalmente por conta da estética. Segundo Gustavo Solano, cirurgião vascular e parceiro da Sigvaris Group, a celulite não é considerada uma doença e ainda não existe um estudo que comprove as causas do desenvolvimento dessa condição, mas é importante alertar que hereditariedade, hormônios, ingestão de pílulas anticoncepcional, gravidez e alguns hábitos de vida podem favorecer o aparecimento da celulite. Hábitos saudáveis, em especial com uma alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas, ajudam a combater o surgimento indesejável dessas marcas na pele. É essencial evitar o tabagismo. O uso de meias de compressão graduada, que melhoram o fluxo sanguíneo, também é indicado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade