Publicidade

Estado de Minas CONTA-GOTAS

Benefícios da auriculoterapia


postado em 08/03/2020 04:00

 (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

A estimulação de pontos específicos nas orelhas pode ser a chave para o tratamento de doenças, dores e outros desequilíbrios do corpo. A auriculoterapia, terapia natural da medicina chinesa, baseia-se na teoria de que o corpo humano pode ser totalmente representado na orelha. Deste modo, o estímulo concentrado em um ponto específico é capaz de aliviar sintomas do órgão equivalente. Os estímulos podem ser produzidos por agulhas sistêmicas, agulhas intradérmicas, esferas metálicas, sementes de mostarda e eletroestimuladores. De acordo com Reginaldo Rodrigues, auriculoterapeuta da Clínica Penchel, a diminuição de sintomas de ansiedade, perda de peso e o tratamento de dores são alguns dos principais objetivos de quem busca o tratamento. “Quando estimulamos os pontos 
corretos no pavilhão auricular, nosso corpo libera estímulos que ajudam a retomar o estado de equilíbrio”, explica.



Usar o smartphone durante a alimentação é prejudicial à saúde
(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
 
O hábito que muitas pessoas têm de usar o smartphone enquanto se alimentam pode causar sérios danos à saúde. De acordo com um estudo conduzido pelos professores Luciano Pereira, da Universidade Federal de Lavras (Ufla), em Minas, e Paula Midori Castelo, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), utilizar o smartphone enquanto se alimenta pode fazer você consumir 15% mais calorias. Os pesquisadores explicam que esse consumo a mais pode ser chamado de ‘distração’, e ocorre quando a pessoa não presta atenção no que está ingerindo. O perigo não é somente no ganho de peso, mas também em relação à higiene. “Por exemplo, se não for higienizado corretamente, pode estar contaminado, e assim intensificar as possibilidades de transmitir várias doenças”, explica o gastroenterologista Mauro Jácome. Além disso, a mastigação não é completa. Com isso, o estômago é sobrecarregado e precisa fazer um esforço maior para digerir o alimento. Isso pode causar desconforto e dores abdominais, além de problemas maiores, como prisão de ventre. Outro problema está relacionado à perda da capacidade de se concentrar na alimentação ou até mesmo na companhia, podendo causar problemas à mente e comprometer o bem-estar físico.



(foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press %u2013 3/11/14)
(foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press %u2013 3/11/14)

Combate ao coronavírus
Especialistas são unânimes em apontar que as vitaminas A, B6, B12 e C, bem como o ácido fólico e o zinco, auxiliam no funcionamento do sistema imune. Também atestam que a vitamina D pode melhorar a função endotelial, que a E pode influenciar a suscetibilidade a doenças infecciosas e alérgicas, e que a metabolização da vitamina A é auxiliada pelo zinco. A questão é: como estar com o sistema imunológico preparado para enfrentar, por exemplo, doenças respiratórias, como o coronavírus, cuja incidência aumenta, em especial em idosos e crianças, com a chegada do outono e do inverno? “O segredo é ter uma alimentação balanceada, com a ingestão de frutas e legumes e, em especial, proteínas, vitaminas e minerais, que ajudam a fortalecer o nosso sistema imunológico”, explica Daniel Magnoni, chefe de nutrologia do Instituto Dante Pazzanese e diretor do Serviço de Nutrologia do HCor.


 (foto: Reprodução da internet)
(foto: Reprodução da internet)

Curso de ioga
A professora e mestre em ioga há 56 anos Maria José Marinho convida interessados em conhecer as matérias dos cursos de formação de professores de ioga e mestrado em ioga para vivenciar uma aula e participar do Satsanga. No curso, a instrutora vai ensinar a filosofia dos ensinamentos do ioga. Será dia 14, próximo sábado, às 10h, na Avenida do Contorno, 4.614 (6º andar), Funcionários. Informações: (31) 3223-8340/(31) 99145-7178 ou pelo site www.pontoequilibrio.com.br. Entrada franca com confirmação de presença.


Grupo de oração
Amanhã, 9 de março, a partir das 19h30, o grupo de oração Beata Nhá Chica vai se reunir mais uma vez no Salão Paroquial da Igreja da Boa Viagem, na Rua Sergipe, 175, Região Centro-Sul de BH. A coordenação é de Márcio Barros. No dia, serão recolhidas doações de roupas para a obra social da beata. Informações: (31) 99941-9389.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade