Publicidade

Estado de Minas CONTA-GOTAS

Artrose nas mãos pode ser evitada


postado em 01/03/2020 04:00


(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)



A osteoartrite, mais conhecida como artrose, é uma doença que atinge as articulações. Ela degenera as cartilagens e causa alterações das estruturas ósseas vizinhas, provocando dores, inchaço, deformações nos dedos, dificuldade para pegar pequenos objetos e falta de força. Segundo estudos da Universidade de Surrey, da Inglaterra, o sedentarismo e a dieta desequilibrada aumentam os níveis de ácido lático no corpo, composto que, em abundância, contribui para a inflamação das juntas. “Além da necessidade de investir em hábitos que colaborem com a qualidade de vida para retardar a manifestação dos sintomas, a fisioterapia, por exemplo, é aliada para o tratamento e prevenção, pois trabalha com ênfase no fortalecimento de músculos e articulações, protegendo-os”, explica a fisioterapeuta Gislaine Milena Marton, da clínica Quality Fisio & Pilates. Trabalhos que exigem muito dos dedos também estão associados ao surgimento precoce de artrose, e isso inclui o uso abusivo de smartphones. Por isso, a fisioterapeuta indica, ainda, um cuidado diário para evitar dores nas articulações, como uma pausa a cada 50 minutos de trabalho e não forçar seus limites para evitar graves problemas no futuro.


Quantidade ideal de ingestão de água é mito
Esqueça aquele conselho de que é preciso ingerir no mínimo dois litros de água por dia. A indicação, de acordo com o urologista Fernando Almeida, do Hospital Edmundo Vasconcelos, não tem fundamento científico e não garante ser ideal para todas as pessoas. Isso porque diversos fatores clínicos e ambientais interferem na quantidade necessária de hidratação. Segundo o médico, algumas situações vão solicitar uma ingestão maior ou menor de água. Nos casos de pacientes com formação de cálculo renal, ou com recorrência em infecção urinária, por exemplo, é preciso beber mais líquido para amenizar e evitar os sintomas. Em contrapartida, doenças como insuficiência renal e cardíaca exigem cuidado na hora do consumo de água, pois em excesso pode ser prejudicial ao quadro clínico. O cenário fica um pouco mais tranquilo para quem não tem problemas de saúde. Fatores como temperatura, umidade do ar e atividade física ganham o posto de motivos que interferem no momento de equilibrar a hidratação. “Nosso corpo é regulado. Portanto, quando o nível de líquido nele estiver baixo, vai solicitar a partir da sede. Esse é o momento de ingerir líquido, e isso varia de acordo com o ambiente e o esforço que cada um faz”, ressalta o médico.

 
(foto: Arboral/Reprodução )
(foto: Arboral/Reprodução )
 
Prevenção do câncer pela alimentação
De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), questões como prevenção e detecção precoce da doença são primordiais, principalmente quando se considera que cerca de 85% dos cânceres são considerados potencialmente evitáveis. O oncologista do HCor Auro Del Giglio ressalta que determinados fatores da dieta, como ingestão de alimentos processados e gordurosos, obesidade, sedentarismo, tabagismo e uso abusivo de álcool são responsáveis por aproximadamente 30% dos cânceres em países desenvolvidos. Estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) evidenciam que uma dieta balanceada, desde a infância, à base de frutas, legumes e grãos integrais, por exemplo, pode prevenir metade das mortes por doenças cardiovasculares e 1/3 das causas por câncer. “O American Institute for Cancer Research (AICR), um dos mais importantes institutos de pesquisa sobre o câncer dos Estados Unidos, recomenda que 2/3 do prato sejam preenchidos com alimentos considerados 'anticâncer', ricos em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes, como grãos integrais, leguminosas, vegetais e muitas frutas, pois oferecem diversos benefícios à saúde das células e do organismo como um todo.”


(foto: Matrix/divulgação)
(foto: Matrix/divulgação)

insights poderosos
Curativo emocional – 50 questões para 
falar de feridas físicas da alma

» Autor: André Barbora, psicólogo clínico especializado em terapia cognitivo-comportamental
» Editora: Matrix
» Contém: 50 cartas
» Preço: R$ 35

Em Curativo emocional, o autor e psicólogo clínico especializado em terapia cognitivo-comportamental traz 50 perguntas capazes de gerar poderosos insights, estimulando a superação e redução da dor e ajudando a curar as feridas da mente e do corpo. Essas perguntas fazem parte de uma técnica utilizada em clínicas psicológicas de abordagem cognitivo-comportamental.
 
 
 
(foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press %u2013 25/7/11)
(foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press %u2013 25/7/11)
 
Curso de shiatsu
O shiatsu é uma técnica oriental de massagem terapêutica que busca o relaxamento e o equilíbrio geral do paciente por meio de uma série de pressões e manipulações ao longo dos meridianos e pontos de acupuntura. Pode ser utilizado de forma preventiva ou terapêutica para problemas relacionados ao estresse, dores em geral, problemas de coluna, enxaqueca, insônia, tendinites, ansiedade, depressão etc. O curso ensina de forma prática e completa a sequência do shiatsu, os meridianos de acupuntura e as leis de ying-yang e 5 elementos, como base do diagnóstico na medicina chinesa. Carga horária: 32 horas. Duração: 2 meses. Horários: quartas e sextas, das 8h às 10h ou das 15h às 17h. Início: 4 de março.

Curso em dois fins de semana: 7-8 e 21-22 de março
Professor: Francisco Garcia Gonzalez
Para mais informações, ligue: (31) 3296-3705


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade