Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

Bolsonaro, acreditem!, quer investigar filho de Renan Calheiros

Quem tem telhado de vidro não atira pedra, certo? Errado. Para o amigão do Queiroz não tem nada disso, não


07/05/2021 06:55

Renan Filho está na mira do presidente Bolsonaro(foto: Dênio Simões/Agência Brasília)
Renan Filho está na mira do presidente Bolsonaro (foto: Dênio Simões/Agência Brasília)


Dizem que “com família não se mexe”. Bobagem. Vejam o caso dos micheques, por exemplo. O miliciano Queiroz, amigão de décadas do verdugo do Planalto, não se importou com parentesco algum e inundou a conta da primeira-dama com 90 mil reais em cheques. 

Por sua vez, Flávio Bolsonaro, o senador da mansão de 6 milhões reais financiada com juros subsidiados pelos pobres do Distrito Federal, caiu na rede do Ministério Público e é investigado por peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Nada mal, né?

Mas no filho dos outros é refresco, e o devoto da cloroquina, em sua “live semanal”, aquele verdadeiro show dos horrores, agora quer que se investigue Renan Filho, o pimpolho da segunda alma mais honesta deste País, o eterno senador Renan Calheiros.

Nesse tiroteio de filhos exemplares, ainda não sobrou para a prole do meliante de São Bernardo, este sim a verdadeira alma mais honesta do País - ao menos sob a ótica dos compadres do STF. Mas é bom ele não comemorar. Os Ronaldinhos não têm Supremo para chamar de seu.

As Capitanias Hereditárias se foram há séculos, mas os donatários do Poder, não. Entre Bolsonaros, Sarneys, Barbalhos, Calheiros, Silvas, Neves, Magalhães, Maias e tantos outros clãs da nossa podre política, o povo otário continua sendo vilipendiado como se fosse 1530. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade