Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas OPINIãO SEM MEDO

O populismo não é de direita nem de esquerda!

O que une patifes como Lula, Morales e Trump é o que sobra no Presidente Bolsonaro e em tantos políticos do Brasil e mundo afora


postado em 03/01/2020 06:00

(foto: Nelson Almeida/ SCOTT OLSON/ CLAUDIO CRUZ/ Evaristo Sá/ Emiliano Lasalvia /AFP)
(foto: Nelson Almeida/ SCOTT OLSON/ CLAUDIO CRUZ/ Evaristo Sá/ Emiliano Lasalvia /AFP)

Um populista raramente escapa de ser charlatão. Também raramente escapa de ser mentiroso. E manipulador, cínico e outros adjetivos do gênero.

Tomem como exemplo o ex-presidente Lula. Reúne todas as características acima, além de ser um criminoso duplamente condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. Não só jura que é inocente, como um perseguido político pelo judiciário. Sinceramente, né.

Sua parceira de crimes e ideologia, a recém-eleita vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, acusou juízes federais de persegui-la e a polícia de prisões arbitrárias dos seus amigos corruptos.

Evo Morales
, auto-exilado também na Argentina, teve decretada, na Bolívia, sua prisão por crime de sedição e terrorismo. Como é característico na sua tribo - não indígena, já que um índio de araque, mas na ideológica - acusou o judiciário do seu país de perseguição e disse que seu pedido de prisão é inconstitucional.

Para variar o lado, da esquerda para a direita, vejam algumas das declarações de Donald Trump, após seu pedido de impedimento ter sido aprovado na Câmara americana: ‘os democratas não aceitaram a derrota nas urnas’; ‘eles estão consumidos pelo ódio’; ‘tentarão anular os votos de milhões de patriotas americanos’.

É impressionante a semelhança das declarações e a negação da realidade. Todos os citados acima cometeram crimes, sim. Uns de ordem moral, outros, política, e outros, ainda, econômica. Mas nenhum é perseguido político. Nenhum está sendo acusado ou processado sem provas. Todos são embusteiros intelectuais que infringiram as leis.

O populismo é uma praga! E eu não poderia encerrar este texto sem lembrar do nosso presidente, Jair Bolsonaro, espécime mais que representativo da classe. Espero que nunca se enrole com a Justiça, mas, se enrolando, aposto minhas calças e cuecas que o discurso será exatamente o mesmo. E o risco de me verem pelado é zero.

Eis aí uma boa notícia por causa dos populistas, não é verdade?

Excelente 2020 a todos!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade