Publicidade

Estado de Minas JAECI CARVALHO

Galo ganha 1 ponto e mantém liderança isolada

O Galo não perderia a liderança com qualquer resultado, mas, vencer, era o objetivo


29/08/2021 22:27 - atualizado 29/08/2021 22:35

O poder de ataque do Galo era muito superior ao do adversário(foto: Pedro Souza/Atlético)
O poder de ataque do Galo era muito superior ao do adversário (foto: Pedro Souza/Atlético)
Em Bragança Paulista, pressionado pelas vitórias de Flamengo e Palmeiras, o Galo tentava faturar mais 3 pontos, chegar aos 41, e manter a gordura na liderança do Brasileirão. Porém, apenas empatou em 1 a 1 com o Bragantino, gols de Nathan Silva, contra, e Diego Costa, o estreante.

 

O Galo não perderia a liderança com qualquer resultado, mas, vencer, era o objetivo. Sei que o Galo disputa a semifinal da Libertadores e está a um passo da semifinal da Copa do Brasil. Porém, deve dar uma atenção especial ao Brasileirão.

 

O Galo não vê o cheiro da taça há 50 anos. A Libertadores e a Copa do Brasil, ganhou há pouco tempo, com o melhor e mais vencedor presidente da história do clube, Alexandre Kalil. E olha que ele ganhou essas competições e a Recopa. Contratou R10, que foi recuperado pelo clube, e montou um timaço, que o “mestre” Cuca ajeitou e azeitou. Quem conhece de futebol é outra história.

 

O Bragantino queria fazer os 3 pontos e se manter na disputa do título. Jádson arriscou de fora da área. A bola passou longe. Alonso lançou Hulk, que avançou e tocou para Vargas. Ele chutou por cobertura e Clayton salvou, mandando a escanteio. Savarino saiu fazendo fila e chutou. Clayton fez grande defesa.

 

O poder de ataque do Galo era muito superior ao do adversário. Mas foi o time da casa quem marcou. Lançamento na esquerda, cruzamento de Cuello e Nathan Silva fez contra. Bragantino 1 a 0. Nacho cobrou falta por cima do gol. Arana tocou para Hulk. Ele fuzilou para fora. Uma jogada tradicional do time.

 

Zaracho arriscou da entrada da área, por cima do gol. Jádson arriscou mais uma, com perigo. O Bragantino é um time muito bem treinado. Barbieri é excelente treinador. Arana disparou de fora da área. Clayton salvou, mais uma vez. Zaracho quase marcou em chute de primeira, a zaga cortou quase em cima da linha. Hulk arriscou e a bola foi para fora. O Galo pressionava, queria o gol, mas a pontaria dos atacantes não estava boa. Quase Nacho empatou. Clayton salvou. E assim terminou o primeiro tempo.


O Galo voltou com tudo, disposto a empatar e com grande volume ofensivo. Mas continuava pecando nas finalizações. Vargas arriscou por cima do gol. Faltava aquele detalhe, o capricho para a bola entrar. Diego Costa foi chamado para fazer sua estreia. Ele entrou no lugar de Savarino, e Keno na vaga de Vargas.
 
Vitinho entrou no lugar de Praxedes. Primeira mudança no Bragantino. Vale lembrar que Diego Costa não atuava desde dezembro do ano passado. Além da falta de entrosamento, faltava ritmo de jogo. Gosto muito do futebol dele. Tem muita qualidade. Mariano saiu para a entrada de Sasha. Cuca queria ganhar o jogo. Tchê Tchê passou para a lateral direita. Hulk quase empatou de pé direito. Clayton salvou. Vitinho recebeu de Hurtado e chutou prensado. Escanteio.
 
O primeiro do Bragantino no jogo. O contra-ataque era um perigo. Sasha fez o cruzamento da direita. Diego Costa emendou e fez um golaço. 1 a 1. Que estreia! Atacante é isso. A única bola que sobrou, ele fez. Hulk cabeceou e Clayton salvou mais uma. O goleiro do Bragantino foi o melhor em campo, com belas defesas. O empate manteve o Galo como líder isolado com 39 pontos.

COELHO VENCE

O América conseguiu importante vitória sobre o Ceará por 2 a 0, mas, ainda continua no Z-4, em décimo sétimo lugar. De qualquer forma, como disse o técnico, Vágner Mancini, o Coelho precisava dessa vitória, para ganhar moral.
 
O time vai ficar treinando até o dia 11, por causa da parada do futebol, pelos jogos da Seleção Brasileira, e só voltará a atuar dia 11 de setembro, contra o Athletico-PR, também no Independência. Até lá, Vágner Mancini vai tentar ajustar mais a equipe. Com 18 pontos, o Coelho precisaria de mais 25 pontos para se manter na Série A. Vale lembrar que o time mineiro está à frente do Grêmio, que faz péssima campanha, e corre sérios riscos de rebaixamento.
 
Felipão, atual treinador do time gaúcho, está manchando sua história, mais uma vez. Ainda há tempo de recuperação, mas, na teoria, já que na prática, o Grêmio não consegue impor um bom futebol, mesmo com contratações importantes, como Douglas Costa.

SÉRIE B

Pela Série B, o Cruzeiro foi a Maceió e empatou com o CRB em 0 a 0, resultado que não foi bom para nenhum dos dois. O técnico, Vanderlei Luxemburgo, continua invicto e agora tem 12 pontos em 18 disputados, chegando aos 25 pontos na tabela, muito distante dos ponteiros.
 
O Botafogo, quarto colocado, tem 35 pontos, 10 a mais que o time azul. O problema é que há 9 equipes à frente do Cruzeiro, e isso é um complicador.
 
Além de vencer seus jogos, o time azul precisará torcer por resultados negativos de todos os que o superam, atualmente. Não adianta tampar o sol com a peneira. Por mais que Luxemburgo tenha dado outra cara ao time, é preciso contratar. Pagar todas as dívidas na Fifa, e buscar jogadores de qualidade, que possam reforçar a equipe e fazê-la se tornar mais forte. O grupo atual é fraco. Isso está constatado nos jogos.
 
O presidente tem que agir, agora. Ou ele vai esperar se confirmar o Cruzeiro, mais um ano na Série B? É uma vergonha um grande clube cair e não subir no ano seguinte. Pior que isso é saber que esse gigante do futebol mundial, vai passar dois anos na Série B. Isso é inadmissível! Ou a diretoria age agora, ou vai fazer o torcedor viver mais um ano de vergonha, na Série B, em 2022, completando o terceiro ano na Segundona!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade