Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO JAECI

Hulk é o terceiro atacante com mais minutos jogados com Cuca

O que começa errado nunca terminará certo. Melhor um prejuízo menor agora do que um grande prejuízo lá na frente. Hulk e Galo não nasceram um para o outro


27/04/2021 10:35

Hulk no dia da apresentação oficial no Atlético(foto: Pedro Souza / Atlético / Flickr)
Hulk no dia da apresentação oficial no Atlético (foto: Pedro Souza / Atlético / Flickr)


As reclamações de Hulk contra o técnico Cuca, alegando que ele o utilizou pouco e que por isso está em má forma, não procedem. Em pesquisa do SporTV, há a comprovação de que ele foi o terceiro jogador de ataque com mais minutos em campo sob o comando do treinador. Keno vem em primeiro, com 75 minutos em média por jogo, Vargas em segundo com 57 minutos, e Hulk em terceiro com 53 minutos. Portanto, a reclamação dele é apenas uma desculpa para quem está completamente fora de forma.

E, vale lembrar que, exceto pela boa passagem pelo Porto, Hulk não foi esse jogador que a torcida alvinegra imaginava. O Zenit, da Rússia, não é referência, e muito menos, o futebol chinês, onde ele ficou 5 anos, ganhou fortuna, mas o futebol caiu de forma assustadora. Como lá não há cobrança e não existe nível de competitividade, o jogador se acomoda e perde completamente a referência.

Hulk se destacava pela velocidade e explosão. Coisa que perdeu, tanto pela idade, quanto pelo fato de treinar muito pouco no país oriental. Ao acertar com o Atlético, com salário na casa de R$ 1,3 milhão, Hulk sai no lucro, pois nenhum clube brasileiro pagaria esse valor por ele. Mesmo custando somente o salário, já que o Galo não desembolsou mais nada para tê-lo, é uma quantia irreal para um clube brasileiro e para a economia de um país que virou terra arrasada.

Além disso, Hulk deveria respeitar a hierarquia e o comando. É muito fácil jogar merda no ventilador, e depois se desculpar, como se nada tivesse acontecido. Se queria tomar satisfação com Cuca, que o fizesse particularmente, olhando nos olhos do treinador. Porém, sem argumento, ele não faria isso. Os números estão contra ele. Quando se trabalha em equipe - Hulk deveria saber disso pois tem quase duas décadas de futebol -, é preciso respeitar os companheiros, e, principalmente o comandante.

Eu não hesitaria em rescindir seu contrato. Ou de forma amigável, ou na Justiça, pois ao cometer ato de indisciplina, desrespeitando o comandante, ele deu margem para isso. Se o presidente, Sérgio Coelho, se sentar com Hulk e fizer uma proposta de rescisão, acredito que ele aceite. Tenho 40 anos trabalhando no futebol. Já vi esse filme várias vezes. O que começa errado nunca terminará certo. Melhor um prejuízo menor agora do que um grande prejuízo lá na frente. Hulk e Galo não nasceram um para o outro. Isso é fato!

Logo mais, após o jogo do Galo contra o América de Cáli, você poderá ler a minha coluna on-line, no nosso site, e assistir ao meu comentário no meu canal de youtube e no meu Blog no Uai. Somente a vitória interessa ao alvinegro. Se isso não acontecer, vai se complicar na Libertadores, num grupo considerado fraco. Espero vocês! 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade