Continue lendo os seus conteúdos favoritos.
Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas HIT

Os painéis Guerra e Paz, de Candido Portinari, voltarão ao Brasil

O anúncio foi feito pelo filho do artista, João Cândido Portinari, durante o Projeto Sempre um Papo, em BH. A obra, que pertence à ONU, pode ser exposta novamente na capital mineira


postado em 12/09/2019 04:00 / atualizado em 11/09/2019 19:39

(foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)
(foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)


Foi emocionante o encontro do público com João Candido Portinari, filho do artista plástico Candido Portinari, anteontem, no Sempre um Papo. João falou sobre o Projeto Portinari, que cuida da preservação e da divulgação da obra do pai. As pinturas da igrejinha da Pampulha são alguns dos tesouros que Portinari criou para a 
capital mineira.

• • •

Durante o encontro, João recebeu o convite oficial do cônsul-geral da Índia em Minas, Elson de Barros Gomes Jr., e do embaixador do Brasil na Índia, André Aranha Correia, para que o projeto Portinari leve exposição do artista a Nova Délhi, que poderá ser realizada no Memorial Mahatma Gandhi ou na embaixada brasileira.

• • •

Além de lançar o livro ilustrado Poemas de Portinari, João Cândido confirmou nova turnê dos painéis Guerra e Paz em 2020. Liberados pela Organização das Nações Unidas (ONU) – a obra fica exposta na sede da entidade, em Nova York –, eles serão vistos primeiro pelos italianos. Provavelmente, as imensas pinturas voltarão ao Brasil, informou João. BH recebeu Guerra e Paz em 2013, durante a inauguração do Cine Theatro Brasil Vallourec.



INDIVIDUAL
GABRIELA MACHADO

Hoje, às 19h, a artista plástica Gabriela Machado abre a exposição Todas as cores da estrela, na Celma Albuquerque Galeria de Arte.

SAUDADES
DE VOLTA A BH

O brasileiro Alírio Netto, que integra o projeto Queen Extravaganza, produzido por Roger Taylor e Brian May, músicos da banda inglesa, não esconde a animação de voltar à capital mineira. Amanhã, ele faz show no KM de Vantagens Hall. "Adoro a comida de BH, uma das melhores do mundo. E o baterista da minha ex-banda é daí. Enfim, tudo de Belo Horizonte me traz boas lembranças. É muito bom poder voltar", afirma Alírio Netto. Há dois anos, ele interpretou o personagem Karthus na cerimônia de abertura do CBLoL (torneio oficial de League of Legends), no Mineirinho, ao lado do vocalista Jorn Lande. O evento foi acompanhado por 10 mil pessoas, além de milhões que assistiram a ele na TV, cinemas e internet.


Publicidade