Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas DA ARQUIBANCADA

Zé Trovão que lute sozinho. Nossa pátria é só o Atlético

Setembro pode ter o Galo disparando na diante do Brasileirão, nas semifinais da Copa do Brasil e na final da Libertadores


11/09/2021 04:00 - atualizado 11/09/2021 07:24

Que a torcida atleticana se prepare para um mês que pode coroar nossas belas campanhas em três frentes de disputa (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 18/8/21)
Que a torcida atleticana se prepare para um mês que pode coroar nossas belas campanhas em três frentes de disputa (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 18/8/21)

Acordei de madrugada e levei um susto: tinha um caminhoneiro chorando no meu WhatsApp. O presidente, segundo relatava o incontinente caminhominion, decretara “o tão sonhado estado de sítio”, o que, insone, me fez pensar numa pequena horta, em patos e galinhas. Lembrei-me de Aelson, o caseiro do sítio do meu pai. A cabeça de gado, no entanto, esclareceu: o chifrudo a puxar a junta havia cruzado o rubicão, o golpe tinha sido deflagrado e a vaca, agora, caminhava na direção do brejo.

Saltei da cama pronto para o exílio – mochila, cantil, canivete suíço. Antes que me pusesse em marcha rumo ao Uruguai de Pepe Mujica (se era o caso de escolher, partiria de uma vez para a final da Libertadores), a verdade dos flatos se apresentou: os caminhoneiros haviam peidado na farofa, vítimas de seu rebite favorito, as fake news. Urge a volta da censura prévia no WhatsApp do tiozão do churrasco, ou essa saúva vai acabar com o Brasil.
  
O resto da história é de amplo conhecimento: desapropriados de seu estado de sítio, os bravos caminhominions bloqueiam as estradas. Emerge a figura do grande líder revolucionário Zé Trovão, o foragido internacional Joseph Thunder. Vendo formar-se a tempestade perfeita, o incomível dá pra trás. Como a tocar o berrante, envia mensagem ao rebanho pedindo o desbloqueio das vias. Negativo: o pessoal só toma por verdadeira a notícia falsa, e se ela porventura confere com a realidade é prontamente descartada como deslavada mentira. Zé Trovão é agora uma carreta desgovernada, e não tem Ana Raio capaz de domar seus instintos selvagens. Adnet é convocado a salvar a pátria.

Está claro que todo esse estado de coisas alucinógenas se deveu à falta de jogos do Galo, o Rivotril da Massa. Sem esse nosso calmante, os nervos se afloram. Se o Zé Trovão, o Sérgio Reis, a Sara Winter, o Weintraub e a Janaína Paschoal conseguem se instalar nos corações e mentes, é porque a cabeça vazia é a casa do diabo. Pelo bem da nação – e a volta da noção! –, muito mais eficaz do que escalar o Temer na extrema-direita é promover a conciliação por meio da frente ampla composta por Savarino, Hulk e Diego Costa. Devolva o nosso Rivotril, nós impetramos.

Liminar acatada pelo Supremo! Em setembro, o Rivotril da Massa vem em doses cavalares, Rivotril Litrão, os caminhões de fumacê contra a dengue deslocados para a pronta entrega de ópio do povo. A partir deste domingo até o fim do mês, o Galo jogará seis vezes. Zé Trovão que lute sozinho, pois estaremos ocupados demais com nossos próprios problemas. O Brasil que se dane, se der tempo a gente combate o comunismo depois – afinal, nossa pátria é o Atlético! Nossa bandeira jamais será vermelha e preta!

Neste domingo, teremos a aplicação da primeira dose, destinada aos que sofrem da comorbidade de torcer para o Atlético como um doente, ou seja, a totalidade dos atleticanos. Fortaleza é sempre complicado, pois o novo Botafogo, o novo Criciúma e o novo Goiás. Ao que parece, não voltaram bem depois da paralisação, tomaram logo uma sacolada do Bahia. Pelo menos o Tite não usou os nossos na selecinha, melhor assim, descansou a turma e evitou que desfilassem com a beca dos integralistas, uma uruca danada. Agora, estão de volta à seleção do povo, a única que importa.

Prepara o check-up, caramigo, o Galo pode terminar setembro classificado às semifinais da Copa do Brasil, pode alargar a dianteira no Brasileirão e chegar à final da Libertadores. Por favor, Deus, nunca te pedi nada, até por ser ateu, mas por favor olhai por nós, pecadores, aliviai nossas dores, amém. Que no fim do mês a gente possa bloquear as estradas rumo a Montevidéu, e que o nosso estado de sítio permita abrigar o churrasco com o qual celebraremos, logo adiante, o golpe contra o Flamengo. Galo acima de tudo, Reinaldo acima de todos!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade