Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas INFECÇÃO

'E quando a infecção sobe para os rins?'

Esta é uma queixa muito comum no pronto socorro: o medo de uma infecção mais grave ou o que, popularmente, é falado 'a infecção atacou os rins'


19/11/2021 06:00 - atualizado 19/11/2021 07:34

Mulher com infecção urinária
Quadro mais grave de infecção urinária pode chegar ao rim, atingir o sangue e causar infecção generalizada (foto: Reprodução/Pixabay)
Na última semana, falamos sobre a cistite que é a infecção urinária baixa, uma infecção leve que se resolve com uso de antibioticoterapia padrão e que muitas, quase todas as vezes pode se iniciar o tratamento sem pedir nenhum exame. O diagnóstico nesses casos é realizado totalmente através da entrevista médica e o exame físico do paciente, lembrando que para esses casos a prescrição de antibióticos é um ato médico.

Quando infelizmente os causadores da infecção urinária rompem as barreiras de proteção e seguem o caminho do trato urinário, ou seja, vai percorrendo o caminho desde o meio externo passando pelos canais que conduzem a urina, penetram na bexiga e continuam subindo os canais até o rim, estamos diante de um quadro mais grave chamado pielonefrite.

Quadro mais grave que pode inclusive atingir o sangue e evoluir para um quadro de infecção generalizada, a famosa septicemia.

Essas situações são mais graves e podem dar sinais mais sistêmicos, sinais que acometem mais regiões do corpo do que o próprio aparelho urinário. Podemos observar:

- Febre
- Calafrio
- Prostração
- Dor na região das costas
- Giordano positivo - um sinal médico
- Dor Abdominal generalizada
- Dor insuportável
- Desidratação

Há pessoas que já possuem anormalidades que aumentam as chances de quadros graves. Alguns exemplos são:

- Diabetes
- Estreitamento dos canais urinários
- Pedras nos rins
- HIV
- Câncer
- Outras doenças que fazem a imunidade cair

As causas podem ser tanto por bactérias comuns das infecções urinárias, como de bactérias mais potentes e essa informação será fundamental para a condução do tratamento deste paciente doente.

É normal que uma pessoa leiga tenha dúvidas sobre seu quadro, isso mostra mais uma vez a importância de ter um médico de referência e também de que os locais que atendem urgências estarem bem disponíveis para que casos como este passem despercebidos. Em alguns casos podem ser tratados com antibióticos orais como a infecção simples, mas também pode ser necessário internação e acompanhamento mais próximo deste paciente. Não é raro que esses casos sejam motivos de internação em UTI ou até mesmo morte.

"Mas Erickson, você está dizendo que infecção urinária mata?"
Sim estou dizendo isso!

"Então todas infecções eu devo ficar muito preocupado?"
Não, você deve sempre ter um bom acompanhamento médico! E sempre que necessário buscar as unidades de urgência!

Algo que não é segredo para o seu bom cuidado de saúde, mantenha o bom hábito urinário, a urina deve ser clara e sem odor, preferencialmente, havendo mudanças busque atendimento. Algo simples, necessário e barato é: hidratar-se sempre e abundantemente.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade