Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas EM DIA COM A POLÍTICA

A mensagem natalina do papa Francisco e o consolo às crianças

''Presente de Natal à saúde de nossos filhos, de nossas crianças e de nossos netos". É trecho da homilia do arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes''


26/12/2021 04:00 - atualizado 26/12/2021 07:01

O papa Francisco durante a tradicional bênção de Natal na Basílica de São Pedro, no Vaticano
O papa Francisco durante a tradicional bênção de Natal na Basílica de São Pedro, no Vaticano (foto: Filippo Monteforte/AFP)

Francisco, o papa, oficiou a missa na Basílica de São Pedro, no Vaticano, diante de cerca de 2 mil fiéis. Outras centenas acompanharam do lado de fora, por telões. No ano passado, devido às restrições impostas pela pandemia da COVID-19, ela foi limitada a pouquíssimas pessoas, a maioria funcionários do próprio Vaticano.

O papa destacou que Jesus nasceu como “um menino pobre envolto em panos, rodeado por pastores. É aí que Jesus nasce: perto deles, perto dos esquecidos das periferias. Ele vem onde a dignidade humana é posta à prova”.

Eis a mensagem do papa Francisco: “Deus não cavalga a grandeza, mas desce na pequenez. A pequenez é a estrada que escolheu para chegar até nós”.

“Dai força para as crianças sem afeto, sem amor, sem colo dos pais por tantos motivos. E, Menino Jesus, dá uma forcinha para que a vacina das crianças do Brasil chegue o quanto antes. Um grande presente de Natal à saúde de nossos filhos, de nossas crianças e de nossos netos.” É trecho da homilia do arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, na Missa do Galo, na sexta-feira.

“Nesta noite, olhando nos olhos do Menino Jesus, nós dizemos: Menino Jesus, console tantas crianças brasileiras que perderam o avô na pandemia, que perderam a avó, que perderam o pai, perderam a mãe. Menino Jesus, consola esses órfãos, que são 14 mil no Brasil. Só quem não tem família que não sente essas coisas. Menino Jesus, quantas crianças vítimas da bala perdida? Traga-nos a paz.”

É, só rezando mesmo. “A secretaria ressalta que não se trata de casos confirmados da variante Ômicron, uma vez que este tipo de análise empregada nos exames serve como método de triagem. As amostras serão sequenciadas pela Dasa e os resultados sairão nas próximas semanas.”

O fato é que governo do Rio de Janeiro anunciou, ontem, em pleno sábado, que está investigando possíveis 43 casos da variante Ômicron em oito municípios do estado. Os casos positivos seguirão para sequenciamento no laboratório de referência da Fiocruz.

Já que é assim, vale ressaltar que mais de 4,5 mil voos foram cancelados neste Natal em todo o mundo por causa da propagação da nova variante. Só ontem, já haviam sido suspensos nada menos que 1.779, e todos eles estavam devidamente programados e prontos, perto do horário de decolar.

Caiu da moto

Em nota, o Comando Militar do Leste (CML) informou que o acidente de moto do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello aconteceu por volta das 23h40, na Praça da Bandeira, no Rio de Janeiro. “O general foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Central do Exército (HCE), onde foram constatadas fraturas na clavícula direita e em arco costal”, informou o comunicado. De acordo com o Comando, Pazuello está em observação, com quadro estável de saúde e não corre risco de morte.

Candidatura?

Ele está internado no Hospital Central do Exército, no Bairro de Benfica, também na Zona Norte do Rio. Atualmente, é assessor da Secretaria Especial da Presidência da República, mas ainda é um general da ativa. Passa oficialmente para a reserva no Exército em março, mas há possibilidade de que peça aposentadoria antes. Neste ano, de acordo os seus interlocutores consultados, o general Eduardo Pazuello pretende se candidatar a deputado federal pelo Rio de Janeiro. Vai manter depois de tudo isso?

Os percentuais

Pesquisa Datafolha divulgada ontem indica que 43% dos brasileiros avaliam que o governo agiu mal ao acabar com o Bolsa-Família e criar o Auxílio Brasil para substituí–lo. Mas deu empate. Outros 41% afirmam que a mudança foi positiva. Entre eleitores do ex-presidente Lula, 59% reprovam a medida. Entre os que declaram que a comida em casa é insuficiente para alimentar a família, 51%. Já entre os simpatizantes de Bolsonaro, 76% aprovam. O percentual é de 58% entre empresários, 51% entre evangélicos e 51% entre as pessoas que têm conseguido alimentar a família.

Otimismo real

Em seu primeiro Natal sem o príncipe Philip, que morreu em abril, aos 99 anos, a rainha Elizabeth II lembrou o marido e foi empática com as famílias que perderam entes queridos. A tradicional mensagem de Natal deste ano foi um dos discursos mais pessoais de seu longo reinado. Mirou o futuro, ao expressar estar otimista, e destacou seu desejo de celebrar o Jubileu de Platina em fevereiro, que marcará seus 70 anos no trono britânico. Ela estava no Castelo de Windsor e sua fala foi transmitida pelas suas redes sociais. Moderninha ela, né?

Melhor voar

O telescópio James Webb, da agência aeroespacial norte-americana Nasa, foi lançado na manhã desse sábado – ontem, em pleno dia do Natal. O fato é que alçou voo partindo da costa nordeste da América do Sul, na Guiana Francesa. Ele é o ponto inaugural de uma nova era de exploração astronômica. Leva um poderoso telescópio de US$ 9 bilhões e é tido pela Nasa como o principal observatório científico espacial dos próximos 10 anos, isso mesmo, uma década. Foi alçado aos céus pelo foguete Ariane 5, por volta das 9h30, no horário de Brasília.

Pinga-fogo

Em tempo, sobre a nota “Melhor voar”: o lançamento foi transmitido pela Nasa em redes sociais. A rota solar do James Webb fica a 1,6 milhão de quilômetros da Terra e deve ser atingida em duas semanas. É aproximadamente quatro vezes a distância da Lua.

E tem mais: a órbita espacial do Webb manterá alinhamento constante com 
a Terra enquanto ambos circulam o Sol em sincronia. O instrumento pesa 6,3 mil quilos e é quase do tamanho de uma quadra de tênis quando fica com os painéis solares completamente abertos.

Tudo é festa na capital federal. Há 21 anos que o aposentado José Ivanildo Leandro da Silva, de 48 anos, conhecido como Ivanildo do Skate, distribui doações para crianças carentes no Natal. Com o espírito natalino em alta, neste ano foram 100 brinquedos para crianças de Valparaíso (GO).

E tem mais de Brasília.Com ampliação da estrutura e corpo clínico, o Hospital Maria Auxiliadora tem largado na frente no tratamento assertivo contra o novo coronavírus. Beneficiários da Polícia Militar elogiam o atendimento adequado, que tem possibilitado salvar muitas vidas na pandemia.

Diante disso, é o suficiente. Afinal, até no espaço sideral a política acaba por se juntar. Sendo assim, basta registrar o já conhecido FIM!
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade