Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Conheça plantas e flores que podem ajudar na quarentena

Cultivar algumas espécies em casa, como lírios, estimula a criatividade e controla a ansiedade


postado em 19/06/2020 04:00

Lírios estimulam a criatividade, além de colorir o ambiente de trabalho ou doméstico (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Lírios estimulam a criatividade, além de colorir o ambiente de trabalho ou doméstico (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Não tenho o famoso “dedo verde” que consegue fazer brotar qualquer mudinha, sem muito esforço. Tento e já burlei a fiscalização de aeroporto trazendo muita mudinha de plantas compradas naquele mercado de Paris, que fica na Rive Droite, bem junto a um embarcadouro, escondida dentro de sapatos e botas. Algumas chegaram até a pegar, mas o sucesso mesmo que fiz com amigos foi com as sementes de alface roxa que trouxe de lá, e que não existia por aqui. Mas moro num espaço onde o verde domina – quando me mudei, o terreno era um carrascal, sem nada plantado.

Uma das atrações de meu jardim é sem dúvida a trepadeira congeia, que, quando floresce, transforma-se num espetáculo rosa. Mas tem um detalhe: como cresce muito, toma conta de tudo e precisa ser podada uma vez por ano para não se transformar num peso incontrolável. Tenho um jardineiro especializado nisso e, este ano, a poda provocou comoção na vizinhança. Recebi alguns recados, telefonemas e alertas: “Cuidado com a poda que estão fazendo, porque sua trepadeira vai morrer”. Não morreu, demorou a rebrotar por causa das chuvas intensas do princípio do ano, mas já está com os ramos cobertos de botões. Daqui a pouco estará completamente rosa.

Acredito muito no poder das plantas, tenho algumas que são recordações emocionais, como manacá, que minha mãe gostava muito, mandei plantar um pé junto à sua sepultura, em Santa Luzia, que é bem cuidado pelo encarregado; tenho uma roseira cuja muda veio da casa da avó de meu amigo que já se foi, José Maurício Vidal Gomes, casa que ficava nos fundos da Igreja da Boa Viagem; tenho multidão de samambaia chifre-de-veado, cuja mudinha de duas folhas trouxe há mais de 30 anos de uma Feira da Providência que era realizada no Rio, e que não existia por aqui, e por aí vai.

Agora, com mais tempo de folga dentro de casa, dei uma geral em meu jardim, podando árvores que já não permitiam visão além dos meus muros. Admiro quem se liga a plantas naturais e em tempos de home office, elas podem ajudar a estimular criatividade, produtividade e, principalmente, relaxar a mente. Afinal, não está sendo um período muito fácil e, por isso, é o momento de investir em qualidade de vida, naquilo que faz bem e traz leveza, e plantas e flores podem despertar mais ânimo e bem-estar. Elas purificam o ar, aumentam a umidade, diminuem o estresse e ajudam a manter o foco.

"Muitas espécies ajudam no controle da ansiedade, estimulam a nossa criatividade e produtividade, além de melhorar a qualidade do ar e do sono", afirma Juana Martinez, florista parceira da Flores Online, primeiro e-commerce de flores e presentes especiais do país. Confira algumas espécies indicadas por ela abaixo:

Cactos: são fáceis de cuidar. Charmosos e de várias espécies, têm o poder de estimular a criatividade. Extremamente fáceis de cuidar, essas plantinhas não dão nenhum trabalho e são perfeitas para quem está se iniciando nesta área ou não tem muitas habilidades com flores.

Lírios: com a sua beleza e o seu perfume, essas flores fazem um ótimo papel ao estimular a criatividade, além de trazer mais cor ao ambiente de trabalho. Com alguns arranjos e vasos espalhados, é possível usar e abusar para deixar a casa e o escritório mais alegres e contagiantes.

Espada-de-são-jorge: uma planta versátil e que combina com qualquer ambiente, ela é conhecida por ser uma grande filtradora do ar, retirando substâncias tóxicas que causam irritações nos olhos, boca, garganta, além de dores de cabeça. Sua manutenção é simples de ser feita e ela é indicada para pessoas que não têm muito tempo para cuidar das plantinhas.

Alecrim: muito utilizado na gastronomia, o alecrim é uma ótima opção para se ter em ambientes onde se trabalha. Isso porque o aroma do óleo dessa planta ajuda a melhorar as funções cognitivas, como a memória. Basta passar as mãos sobre suas folhas e ramos floridos para sentir o perfume, que ajuda a manter o foco e memorizar a atividade desenvolvida naquele momento.

Dracena: a dracena pode absorver o dióxido de carbono dos ambientes, o que deixa o ar mais fresco e consequentemente nos torna mais concentrados e produtivos. Ela também auxilia na umidade e filtra substâncias tóxicas, reduzindo a fadiga.

Gérbera: assim como a dracena, a gérbera absorve o dióxido de carbono e emite maiores taxas de oxigênio à noite. Isso significa que com essa florzinha você pode dormir melhor, o que contribui para se manter ativo e concentrado no dia seguinte. Por isso, o ideal é que ela fique dentro do quarto, desde que o local seja arejado e tenha a incidência de sol.

Gardênia: é tipo de flor que exige mais cuidados por ser uma planta muito delicada, e que necessita de boa iluminação, sem luz solar direta para não queimar suas folhas. Mas ela exala um aroma que libera um efeito sedativo, ideal para o alívio da ansiedade e melhorar também a qualidade do sono.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade