Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

No Dia Nacional da Doação de Órgãos, Santa Casa faz campanha de adesão

Hospital de BH quer conscientizar a população sobre a importância desse ato que salva vidas. Apenas um doador pode ajudar mais de 20 pessoas


postado em 27/09/2019 04:00 / atualizado em 26/09/2019 19:17


 Para quem não sabe, o hoje é o Dia Nacional da Doação de Órgãos e, por causa disso, a Santa Casa BH realizará evento especial para conscientizar a população sobre a importância desse ato que salva vidas. Das 9h às 13h, em frente ao hospital, blitz informativa, quiz com mitos e verdades sobre transplante e apresentação musical da banda da Polícia Militar. A partir das 14h, as ações serão desenvolvidas dentro do hospital, levando informação aos funcionários da Santa Casa BH, aos pacientes e aos seus acompanhantes. Um painel será instalado no setor de transplante, localizado no 13º andar, onde as pessoas poderão expressar seu desejo de ser doador.

Um dos atos mais significativos que as famílias de falecidos podem fazer para prestar homenagem a quem morreu e a quem vai viver é a doação de órgãos. Muitos não pensam nisso, por causa dos problemas que precisam ser resolvidos. Principalmente, quando a pessoa falece em casa. Mas pensar que outros precisam de órgãos para sobreviver é uma bela ação, que supera qualquer trabalho. Durante muito tempo, andei com um cartão me qualificando como doadora, até que fui informada de que, por ter passado por casos de câncer, não podia doar qualquer órgão de meu corpo. Não carrego mais o cartão, mas foi com muita pena que ele foi retirado de minha carteira, porque, como quero ser cremada, levar todos os órgãos que podiam ser usados para virar cinzas é uma perda.

A doação de órgãos, além de ser um ato de amor ao próximo, é vital para melhorar a realidade dos transplantes no Brasil. Um único doador pode salvar mais de 20 pessoas. Por isso, é necessário estar consciente sobre a importância da doação de órgãos. Apesar de crescer a doação de órgãos no país, a rejeição de famílias ainda é grande. O Brasil vive uma crise em relação à doação de órgãos em toda a sua sociedade. Muitas pessoas continuam se negando a aderir ao método de doação, já que existem alguns conceitos que são desconhecidos pelas pessoas, como a questão da morte encefálica. Motivados pelas emoções, os familiares acabam não permitindo que os órgãos sejam tirados por ter a esperança de que o parente ainda está vivo.

Essas séries de polícia e hospitais da TV abordam sempre o assunto e é importante notar que todos os hospitais americanos têm um departamento para tratar de doação junto às famílias de falecidos. Não sei se isso existe nos hospitais locais – sei apenas da campanha da Santa Casa. Essa presença de profissionais americanos solicitando possíveis doações é mais do que importante – acredito que, por aqui, a delicadeza latina impeça que a família seja abordada em momento de dor. Mas qualquer pessoa consciente e de bom coração pode ficar sensibilizada por um pedido real, benfeito,  honesto, confiável, profissional.

Isso porque, se bem me lembro, houve época que se criou uma “empresa” de doações fajutas que fazia a América, conseguindo órgãos para depois vendê-los. O que, logo se vê, não é o caso da Santa Casa. Segundo o Ministério da Saúde, que coordena o Sistema Brasileiro de Transplantes, há mais de mil equipes preparadas para realizar cirurgias distribuídas pelo Brasil e 400 unidades prontas para atuar nessa área. Existe uma legislação que regulamenta os transplantes, a Lei 9.434, de 4 de fevereiro de 1997, elaborada por Fernando Henrique Cardoso, Nelson A. Jobim, Carlos César de Albuquerque, também conhecida como Lei dos Transplantes.

Dia Nacional da Doação de Órgãos
Quando: hoje (27), a partir das 9h
Local: Santa Casa BH (Avenida Francisco Sales, 1.111 – Santa Efigênia)


Publicidade