Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

anna aos domingos


postado em 21/07/2019 04:00 / atualizado em 19/07/2019 14:03

 
 
Mater Dei
em Salvador

Na semana passada, a coluna informou que a Rede Mater Dei de Saúde está abrindo seu quarto hospital em Salvador, na Bahia. Cedo ainda, José Salvador telefona para informar que a nota estava enganada. Não estão lançando o quarto hospital, mas o quinto. O primeiro foi inaugurado em 1º de junho de 1980, na Rua Gonçalves Dias; o segundo em 1º de junho de 2000, na Rua Mato Grosso; o 3º é o da Avenida do Contorno, também inaugurado em 1º de junho, de 2 014. Para o quarto, a inauguração foi em janeiro e ele foi construído em Contagem, na Via Expressa. Com isso, o de Salvador será o quinto. Na palestra que ele fez na PUC, em maio, sob o tema “Empreendedorismo em geral na área da saúde (teoria e prática)”, em que faz um completo resumo de sua vida profissional, está seu último sonho, que é a construção do Mater Dei: “Um sonho corriqueiro e individual. Um sonho grande precisa ser compartilhado para que seja o sonho e o ideal de mais e muitas pessoas: nosso sonho compartilhado virou força telúrica estimulante e viva. Este foi o maior segredo do Mater Dei: compartilhar o sonho”. Ele compartilha o sonho com a família, que segue seus projetos com o mesmo ideal, 
filhos e netos.

ANIVERSÁRIO
e reencontro

Nelva e Renato Nogueira, que estão morando em Portugal, voltaram ao Brasil para passar as férias de verão (lá), e para matar a saudade dos inúmeros amigos que deixaram aqui e da família, fizeram uma grande festa de aniversário para comemorar os 7 anos da linda filha Sofia. Foi um delicioso almoço na casa de campo de um casal amigo, no Condomínio dos Bouganvilles, em Nova Lima, pais da melhor amiga da aniversariante, e como o aniversário das duas é perto um do outro, a festa foi em conjunto. Sofia e Luisa se esbaldaram no amplo espaço, onde foi montada uma verdadeira área de lazer, próximo da agradável área onde ficaram os adultos.
Um farto coquetel regado a excelentes vinhos tintos espanhóis e portugueses – escolhidos a dedo por Renato –, espumantes, uísque e cervejas. Para os pequenos, além dos refrigerantes e sucos, água de coco natural. O parabéns foi em dois tempos, já que cada aniversariante tinha sua própria mesa, decorada dentro do que gostava, o bolo de cada uma tinha quatro andares. A família fica em Belo Horizonte até 20 de agosto, quando retorna para Portugal. Renato está feliz com o trabalho que está fazendo por lá. Atende pacientes de oncologia voluntariamente.

CORES
do design

Mariana Sobreira e Eveline Porto trazem a Belo Horizonte a doutora em design pela Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo e autora de vários livros professora Ethel Leon. Expert e estudiosa do design brasileiro, Ethel vai ministrar o curso História cultural das cores, com duração de três dias, a partir de 30 deste mês. O curso não se apoia nas teorias das cores, mas aborda algumas das concepções filosóficas, religiosas, morais e alguns códigos indumentários e suas mudanças ao longo da história ocidental.
 
POR AÍ

A notícia fashion da semana foi a conquista da classificação de segundo homem mais rico do mundo, alcançada pelo dono da Dior e muitas outras empresas de luxo, o francês Bernard Arnault. Tudo por conta das boas vendas do seu grupo, LVMH, na China. Desbancou o Bill Gates.

lll

Com toda a cozinha mineira se ‘gourmetizando’, o inevitável aconteceu: em uma das ruas próximas à Sapucaí, é sucesso um lugar chamado Torresmaria. Isso mesmo, o torresminho alçado à posição de petisco de luxo, assinado por um chef especializado. O mais disputado é feito com rabinho de porco.

***

A futura abertura do mercado brasileiro aos vinhos europeus, pelo acordo do Mercosul e União Europeia, gerou uma gritaria danada dos fabricantes nacionais. O fato é as marcas daqui já enfrentam a concorrência estrangeira, mesmo com o preço mais alto, por causa da qualidade diferenciada e marketing agressivo. É uma pena, depois de tanta pesquisa e dinheiro gastos para melhorar a produção do Sul do país.

***

O artista Eymard Brandão abriu ontem exposição de seus trabalhos em técnica mista, na galeria de exposição temporária Atrium, do Museu Mineiro. A mostra ficará aberta até 31 de agosto e pode ser visitada de terça a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados e domingos, das 12h às 19h.

***

Hoje tem Kids Fun Farrinha na Praça Floriano Peixoto, das 10h às 18h, com mais de 25 atrações gastronômicas, incluindo chefs nacionais, cursos infantis gratuitos, feira de produtores e atrações musicais e cênicas. Entre os chefs estão Tanea Romão (SP), Cafira Foz (PI), André Castro (DF) e a paraense Andreína. Além de músicas e brincadeiras. 
 
WASHINGTON
brilho mineiro

O quiproquó criado pela indicação do filho do Bolsonaro para a embaixada do Brasil em Washington criou um terrível mal-estar entre todos que acompanham a trajetória brilhante daquela representação diplomática. Além da sempre citada passagem da mineira Lúcia Flecha de Lima e o marido, Paulo, por lá (fato potencializado pela sua amizade com a finada princesa Diana), o momento de maior importância político-empresarial que viveu foi comandado  também por casal de mineiros, Elisinha e Walther Moreira Salles, na década de 1950. Os convites para suas recepções eram disputados pela elite americana e lá foram fechados acordos que até hoje repercutem na vida nacional. Daí...
 
RUGAS
futuro do presente

O medo do inevitável envelhecimento criou a indústria da ilusão – traduzidas em cremes, tinturas, cirurgias, pílulas e mil outros truques. Nesta semana, o assunto chegou ao mundo virtual de maneira lúdica – com o aplicativo que antecipa o visual envelhecido de quem (ainda) é jovem. Em uma semana, alcançou 100 milhões de acessos. Como passatempo, é engraçado ver políticos, artistas e até amigos já enrugados. Outros, nem tanto. Agora é esperar e ver como os donos desse app vão ‘monetizar’ o assunto.

DIA DO HOMEM
segundo plano

Na última segunda-feira, foi comemorado (pelo menos oficialmente) o Dia do Homem. Ao contrário do Dia da Mulher (8 de março), o dia 15 de julho passou sem manifestações ou protestos dos guapos sobre a sua nova condição na sociedade – de total e crescente desprestígio. Com cotação em baixa diante do politicamente correto, dizem que, na verdade, os machos estão entregando seu antigo poder (de chefe de 
família até o comando de grandes 
empresas) às mulheres, com o maior prazer. 
Puro presente de grego.

BRECHÓ
negócio em expansão

O que antes era apenas uma tentativa de descartar alguma roupa ou acessório já velho ou necessidade de completar o orçamento doméstico, os brechós acabaram virando um lucrativo negócio. Consta que o assunto fatura, mundialmente, cerca de US$ 24 bilhões por ano. E até ganhou nichos específicos, o mais novo deles roupinhas para crianças, andadores, bichinhos e outros mimos para quem está nos seus primeiros anos de vida. Dizem que esse recycling infantil gera, só no Brasil, 
cerca de R$ 1 bilhão/ano.

PATALÓGICA
cabelo da moda

Na sua busca incessante de oferecer alguma coisa nova para suas consumidoras, as modas & modismos acabam escorregando e entregando coisas absurdas – mas consumidas logo pelas fiéis seguidoras. O mais novo ‘produto’ com esse perfil é o estilo tipo Maga Patalógica – ao qual muitas mulheres já aderiram. Com o cabelo pranchado, dividido em dois no meio da cabeça e caindo, esticados, dos dois lados até os ombros, copiam tal e qual a terrível personagem da Disney. As mais jovens que circulam com o ‘novo’ penteado (?) e não a conhecem, podem ir na internet e conferir. Vão levar um susto.

GAIOLA
grades douradas

A comodidade de morar em um apartamento e o clima de insegurança no país de cabeça para baixo acabaram também revirando o mercado de imóveis na cidade. A saber: anúncio de vendas de corretora indica apartamentos de médio porte em bairros como Santo Antônio, Lourdes e Cidade Jardim entre R$ 1,2 milhao a R$ 6 milhões, enquanto uma casa (com 4 vagas na garagem + jardim suítes e mais) no Bairro São Bento muda de mãos por pouco mais de R$ 1 milhão. Resumo: viver enjaulado está mais caro do curtir um jardim e suas belas flores.
 


Publicidade