12°/ 20°
Belo Horizonte,
29/JUL/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PF apreende 548 quilos de drogas em operação contra tráfico internacional A operação é mais uma prova de que o Triângulo Mineiro virou rota para o tráfico internacional de drogas. A apreensão é continuidade de uma ação que começou no sábado com a interceptação de um aeronave em Indianópolis

Luana Cruz

Publicação: 12/03/2013 09:01 Atualização: 12/03/2013 09:40

O posicionamento geográfico e a facilidade de voos clandestinos fazem do Triângulo Mineiro uma rota do tráfico internacional. As quadrilhas desembarcam com entorpecentes na região e distribuem a droga para capitais brasileiras. Mais uma operação da Polícia Federal, que ocorreu na noite de segunda-feira, terminou com a apreensão de 548 quilos de pasta base de cocaína que veio da Bolívia. A ação da PF deu continuidade a uma prisão feita no último sábado, quando equipes interceptaram um avião bimotor carregado de pasta base de cocaína e que pousou em Indianópolis.

De acordo com o delegado Carlos Henrique Cotta D'Ângelo, a operação de sábado começou com informações de que dois aviões pousariam perto de Uberlândia com grande quantidade de drogas. Na ocasião, os policiais interceptaram uma das aeronaves, prenderam sete pessoas e apreenderam 447 quilos de pasta base. No entanto, outro avião conseguiu desembarcar levando em conta que a PF priorizou a interceptação de apenas um bimotor para não perder toda a operação.

Os policiais continuaram trabalhando para encontrar a carga do outro avião que teve sucesso no pouso. Equipes monitoraram um raio de mais de 100 quilômetros na região em busca da drogas, trabalho que o delegado considerou procurar “uma agulha no palheiro”. Enfim, na noite de segunda-feira os policiais encontraram um casarão abandonado onde poderia estar a droga. Na chegada, um local ermo e muito escuro, os agentes viram alguns carros estacionados e atiraram como alerta da abordagem para que os traficantes não tentassem resgatar a carga. Os veículos saíram em alta velocidade, portanto a PF não conseguiu prender os responsáveis pela droga. Na casa, a pasta base foi apreendido e segundo o delegado, o material poderia render até uma tonelada de droga para venda a usuários.

Avião interceptado no sábado, quando foram presos sete traficantes  (Divulgação Polícia Federal)
Avião interceptado no sábado, quando foram presos sete traficantes
“O Triângulo Mineiro tem servido de base para receber e distribuir drogas, que não ficam aqui. Após o refino e batismo essa pasta base pode render até o dobro da quantidade apreendida. Ela vai para os grandes centros como Rio, São Paulo e Belo Horizonte e podem ir até para o exterior.” afirma Cotta D'Ângelo.

Quadrilhas

Nos últimos meses, muitas apreensões foram feitas na região. Foram abordagens a traficantes internacionais em Campo Florido, Uberaba e outras cidades . “O que percebemos é que em princípio as quadrilhas não tem ligação uma com a outra. São grupos distintos atuando na mesma sitemática. A precisão das informações que recebemos leva a crer que há um conflito entre eles, um grupo pode estar entregando o outro para a PF”, relata o delegado.

Sobre a escolha da região como rota da droga, o delegado afirma que é uma questão de geografia e logística poque o Triângulo tem um posicionamento estratégico para a distribuição em todo o Brasil. “Eles conseguem o escoamento da droga, tem grande disponibilidade de fazendas para pouso e aqui tem uma área plana, fácil para manobra. Também há infelizmente a ausência de fiscalização aérea que não enxerga essas aeronaves que voam baixo e clandestinamente”, conclui Cotta D'Ângelo.
Tags: celular

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Woshigton Lima de Carvalho
PF: orgulho brasileiro! Se o DNIT, SUS, deputados e outros, trabalhassem metade do que a polícia federal trabalha, seríamos uma grande nação. parabéns à nossa grande polícia federal, e se houvesse mais investimentos, o PCC seria uma quadrilha de pivetes, como estes que ficam na região hospitalar. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.