Publicidade

Estado de Minas

Agente de Aeroporto de Confins acusa advogado de injúria racial

A agente do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que acusa um advogado de injúria racial, prestou depoimento na tarde desta sexta-feira. Ela voltou a dizer que recebeu uma banana do passageiro depois que ele se irritou com um erro no computador da companhia aérea. Fiquei em choque, comentou. Por sua vez, o defensor negou as acusações e disse ter entregado a fruta para a jovem por achar que elas estava com fome.


postado em 04/08/2017 17:45

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade