Publicidade

Estado de Minas NOVIDADES EM 2022

Confira os principais lançamentos no segmento de SUVs para o ano que vem

O modelo mais vendido, o Jeep Renegade, terá apenas uma opção de motor, enquanto outros chegarão com opções híbridas ou elétricas


01/01/2022 04:00 - atualizado 31/12/2021 19:05



O segmento de SUVs deu muito certo no mercado brasileiro e é um dos que mais crescem com o passar dos anos. Prova disso é que os Jeep Renegade e Compass estão entre os seis modelos mais emplacados no país, considerando automóveis e comerciais leves. E para 2022 o segmento reserva muitas novidades, com produtos inéditos e reestilização de modelos conhecidos. O consumidor terá também novas opções de híbridos e elétricos, que parecem apontar para um futuro sem volta.
 
Jeep Renegade
Renegade terá discretas mudanças no visual, preservando sua identidade, mas ganhará o motor 1.3 turbo de 185cv, agora o único do modelo (foto: jeep/divulgação)
 
JEEP 
A marca líder do segmento, que pertence ao grupo Stellantis, preparou um pacote de novidades para 2022. A principal é que o líder de vendas, o Jeep Renegade, receberá discreta reestilização e passará a ser vendido com uma única opção de motor: o 1.3 turbo de 185cv e 27,5kgfm de torque. O 1.8 E.torQ e o 2.0 turbodiesel não mais serão oferecidos no modelo. O SUV compacto na linha 2023 será lançado em fevereiro e o motor turbo vai trabalhar em conjunto com a transmissão automática de seis velocidades nas versões 4x2 e automático de nove velocidades na versão 4x4. Outra novidade que a Jeep prepara para o Brasil é o Grand Cherokee L, SUV de sete lugares, que será posicionado acima do Commander. Será vendido por aqui, provavelmente, na versão topo de linha, mas não se sabe ainda com qual motorização. Ele poderá vir com um V6 de 294cv, um V8 de 362cv, ou até mesmo em versão híbrida plug-in de 375cv.

E falando em hídrido, a revista Quatro Rodas publicou que o Jeep Compass 4Xe já foi homologado no Brasil na versão S, a mais cara. O SUV híbrido plug-in é equipado com o 1.3 turbo, alimentado apenas com gasolina, e um motor elétrico no eixo traseiro, com potência combinada de 240cv. O sistema faz com que o Compass funcione com tração integral, já que tem um motor no eixo dianteiro e outro no traseiro. Outra possibilidade não confirmada pela Jeep é a chegada do Renegade 4Xe, também híbrido plug in.
 
Novo SUV cupê da Fiat
Novo SUV cupê da Fiat seguirá as linhas do conceito Sportback apresentado no Salão de São Paulo/2018 (foto: pedro cerqueira/em/d.a press)
 
FIAT
Depois do Pulse, que a Fiat classifica como “o primeiro SUV da marca”, a montadora italiana prepara para o ano que se inicia o SUV cupê, conhecido como Projeto 376, inspirado no conceito Fastback, apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018. Ele terá dimensões um pouco maiores que as do Pulse e chegará no mercado para disputar espaço com o VW Nivus. O modelo usa a mesma plataforma do Argo e deverá ter as opções de motores 1.0 turbo e 1.3 turbo, esta última de 185cv. O mais provável é que o modelo seja lançado ainda no primeiro semestre de 2022.
 

TOYOTA
De acordo com o site Autos Segredos, a novidade da marca será o Corolla Cross na versão GR-Sport, prevista para o primeiro trimestre deste ano. O visual esportivo do SUV foi desenvolvido pela Gazoo Racing e inclui grade diferenciada, para-choque dianteiro exclusivo com entradas de ar maiores, além de lanternas escurecidas na traseira. A versão terá o conjunto híbrido com motor 1.8 de 101cv e um elétrico de 72cv, com potência combinada de 122cv. O câmbio é automático do tipo CVT. As suspensões do SUV ganharam ajuste mais firme, apesar de o motor não proporcionar performance esportiva.
Caoa Chery
Caoa Chery investe cada vez mais no segmento de SUVs e já prepara a chegada do Tiggo 5X Pro (foto: chery/divulgação)
 
 
HONDA
A marca japonesa prepara para o primeiro semestre deste ano o lançamento do novo HR-V, SUV que anda com as vendas em baixa no mercado brasileiro. A nova geração do modelo, produzida em Itirapina, no interior paulista, terá dimensões um pouco maiores do que a atual, se aproximando um pouco mais dos SUVs médios. A expectativa é de que o modelo ganhe mais espaço interno, além de novos equipamentos. O motor 1.5 turbo deverá ser mantido, mas não está descartada a possibilidade de o novo HR-V chegar por aqui em versão híbrida também.

GENERAL MOTORS
O novo SUV médio Equinox deveria ter chegado ao mercado brasileiro em 2021, mas acabou ficando para este ano. O modelo traz mudanças na nova grade, que tem mais detalhes cromados, além de alterações discretas no para-choque dianteiro. Vai manter o motor 1.5 turbo de 172cv e 27,8kgfm de torque, associado ao câmbio manual de seis velocidades, conjunto que garante bom desempenho.
 
Kia Sportage 2023
Kia Sportage 2023 tem desenho ousado, com grade imponente, e chegará em versão híbrida de 226cv (foto: kia/divulgação)
 
KIA
Entre março e abril, a marca coreana trará para o Brasil o novo Sportage, que tem visual rebuscado, com ampla grade dianteira e luzes diurnas de LED em forma de bumerangue. O modelo virá em versão híbrida, equipado com um propulsor 1.6 turbo e um motor elétrico, que juntos despejam potência de 226cv. De acordo com a Kia, o novo Sportage pode chegar a um consumo de quase 17km/l, com autonomia de pouco mais de 800 quilômetros com um tanque de combustível. Outro SUV confirmado para o Brasil pela marca coreana é o Kia Niro, também híbrido, que chegará reestilizado. Existe também a possibilidade de o Niro vir em versão 100% elétrica, assim como o Kia EV6.

CAOA CHERY
Com um portfólio focado basicamente nos SUVs, a marca chinesa programa o lançamento do Tiggo 5X Pro para o início do ano. Na verdade, o modelo é o 5X com mudanças na grade e no para-choque. O motor deve ser mantido: é o 1.5 flex de 150cv e 21,4kgfm de torque, associado ao câmbio CVT. Outra novidade da marca que chegará este ano é o Tiggo 8 Pro, SUV de sete lugares, produzido em Anápolis (GO), equipado com o motor 1.6 turbo de 187cv e 28kgfm de torque. Este tem câmbio automatizado de dupla embreagem de sete marchas.
Corolla Cross
Toyota Corolla Cross ganhará a versão GR-S (foto: toyota/divulgação)
 
 
HYUNDAI
A nova geração do Tucson cresceu nas dimensões e ganhou mais equipamentos, como a central multimídia com tela tátil de 10,25 polegadas. O motor é o 1.6 turbo de 180cv, associado ao câmbio automatizado de dupla embreagem de sete marchas. A quarta geração do modelo já foi lançada no Uruguai, mas só deve chegar ao Brasil no primeiro semestre deste ano. Outra novidade da Hyundai é que o Creta deve ganhar a versão Sport e outra de sete lugares, ambas com o mesmo motor 2.0 aspirado de 166cv.

VOLVO
Com foco nos modelos 100% elétricos, a Volvo vai trazer para o Brasil o C40, SUV cupê derivado do XC40, equipado com dois motores elétricos com potência combinada de 408cv e torque máximo de 67,3kgfm. De acordo com o fabricante, o C40 tem autonomia de 420 quilômetros com a carga completa da bateria. O modelo deve desembarcar no Brasil no primeiro trimestre, com preço em torno de R$ 400 mil.

VOLKSWAGEN
O Tiguan AllSpace, de sete lugares, que foi retirado do portfólio da marca, retornará em 2022 na versão R-Line após um facelift inspirado na oitava geração do Golf, trazendo nova grade e novo para-choque. O modelo é o mesmo comercializado nos EUA e manterá o motor 2.0 turbo de 220cv. A VW apresentou por aqui o SUV elétrico ID.4, que tem motor traseiro de 204cv e 31,6kgfm de torque, com autonomia de 522 quilômetros. O modelo ainda não foi confirmado para o mercado brasileiro, mas, se vier, terá preço em torno de R$ 400 mil.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade