Publicidade

Estado de Minas AVALIAÇÃO

Testamos o Volkswagen Taos Highline 250 TSI, um SUV pronto para a briga

Com conjunto mecânico eficiente, bom espaço interno e ampla lista de equipamentos de série, SUV médio da VW chega para incomodar a concorrência


04/09/2021 04:00 - atualizado 03/09/2021 22:43

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)


O Volkswagen Taos chegou no segmento dos SUVs médios fazendo barulho. Veio para importunar o líder Jeep Compass e o também recém-lançado Toyota Corolla Cross. Trata-se de um segmento muito cobiçado, e para se dar bem nele é preciso conciliar estilo, bom desempenho, conteúdo e preço. O VW Taos não apresenta ousadia em suas linhas e preserva a identidade da marca, mas é bem equipado e, apesar de não ter o motor mais potente, garante bom desempenho. O modelo merecia um pouco mais de zelo no acabamento.
 
Lanternas horizontalizadas em LED, formas robustas e falsas saídas do escapamento compõem o visual traseiro do VW Taos(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Lanternas horizontalizadas em LED, formas robustas e falsas saídas do escapamento compõem o visual traseiro do VW Taos (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
O Taos chegou para se posicionar entre a versão de topo de linha do T-Cross, a Highline 250 TSI (R$ 139.890), e o Tiguan Allspace R-Line 350 TSI de sete lugares (R$ 236.090). Comparado com os dois principais concorrentes no segmento de SUVs médios (Jeep Compass e Corolla Cross), o Taos é o que tem o motor menos potente, mas pode agradar pelo estilo, que é subjetivo, e pelo conteúdo, por ter alguns sistemas de auxílio à condução e outros mimos.
 
O SUV médio tem 4,46m de comprimento, 2,68m de distância entre-eixos, 1,62m de altura e 18,5cm de altura em relação ao solo(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
O SUV médio tem 4,46m de comprimento, 2,68m de distância entre-eixos, 1,62m de altura e 18,5cm de altura em relação ao solo (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

ESTILO Nesse quesito, o modelo segue o padrão VW, com linhas retas e sem ousadia. A frente é robusta, com grade tipo colmeia e destaque para a linha de LED que atravessa de um lado para outro, unindo as luzes diurnas. Os faróis são full LED e trazem o sistema IQ Light, com regulagem automática de altura e distância do facho de acordo com a velocidade, facho direcional em curvas e controle de farol alto também automático. O para-choque tem entradas de ar nas laterais, onde normalmente estariam os faróis de neblina, e também na parte inferior.
 
O painel de instrumentos é todo digital, a tela do sistema multimídia tem 10,1 polegadas e o acabamento é bom, mas poderia ser melhor(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
O painel de instrumentos é todo digital, a tela do sistema multimídia tem 10,1 polegadas e o acabamento é bom, mas poderia ser melhor (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
O capô tem vincos marcantes e é mais alto. Os vincos laterais reforçam a linha de cintura elevada, enquanto o teto é suavemente arqueado, pintado em preto e com rack imitando alumínio. O teto solar panorâmico, que é opcional, amplia a visibilidade e a luminosidade dentro do SUV. As rodas de liga leve de 18 polegadas trazem detalhe em preto brilhante, que também está presente nos retrovisores. Na traseira, antena tipo barbatana de tubarão, spoiler e lanternas em LED. Mas não se engane com as falsas saídas do escapamento com boca cromada. A verdadeira está abaixo do para-choque.
 
Banco traseiro tem bom espaço para as pernas e assentos quase na medida, mas o espaço ali é ideal para dois passageiros(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Banco traseiro tem bom espaço para as pernas e assentos quase na medida, mas o espaço ali é ideal para dois passageiros (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

ESPAÇO INTERNO Na frente, motorista e passageiro vão bem acomodados. O banco do motorista tem comandos elétricos, inclusive lombar, além de aquecimento do assento. No banco do passageiro, as regulagens são manuais. Os assentos apoiam bem as pernas e as abas laterais contribuem para um formato mais anatômico. O banco traseiro tem muito espaço para as pernas, mas conforto ali é mesmo só para dois. No meio, o túnel no assoalho, console projetado e encosto com apoio de braço embutido incomodam. Na extremidade do console, os passageiros contam com saídas do ar-condicionado e uma entrada USB para recarga de equipamentos. Tem ainda lanternas dos dois lados do teto. O porta-malas, com seus quase 500 litros, tem bom espaço para a bagagem da família. É todo revestido em carpete, tem uma luz interna, uma tomada de 12V, ganchos para sacolas, argolas para amarração e tampa com um puxador interno que facilita o fechamento.
 
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

ACABAMENTO À primeira vista, o acabamento interno do Taos parece muito sofisticado, com couro em duas cores revestindo os bancos e em detalhes dos painéis das portas. O painel tem uma faixa em couro bege e outra com pintura brilhante, além de iluminação embutida. Mas a parte superior do painel e nas portas tem acabamento com plástico duro. Pelo preço e pela proposta, o Taos merecia material de toque mais macio e de melhor aparência.
 
O motor 1.4 turbo não é o mais potente do segmento, mas associado ao câmbio automático de seis marchas garante bom desempenho (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
O motor 1.4 turbo não é o mais potente do segmento, mas associado ao câmbio automático de seis marchas garante bom desempenho (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
O painel de instrumentos é todo digital, com computador de bordo no meio, informações dos sistemas de assistência, áudio e telefone. Por meio da tecla view no volante é possível alterar as configurações do painel. O volante é multifuncional, com regulagem de altura e distância, revestido em couro, com a base achatada, e tem aletas para mudanças de marchas. Todos os comandos estão bem localizados e o modelo ainda conta com botão start/stop para ligar e desligar o motor e freio de estacionamento eletrônico.
 
As rodas de liga leve de 18 polegadas têm detalhes em preto brilhante e são calçadas com pneus na medida 215/55(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
As rodas de liga leve de 18 polegadas têm detalhes em preto brilhante e são calçadas com pneus na medida 215/55 (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

MULTIMÍDIA O VW Taos traz de série o VW Play, com tela tátil de 10,1 polegadas, conectividade por Apple CarPlay e Android Auto. É fácil de interagir e permite acesso a streaming de música, rádio, Bluetooth, além de aplicativos como Meu VW, Skeelo Audiobooks, Estapar, iFood, 12mim Microbooks, Play Kids, Porto Seguro, Get in, Sem Parar, Spotify e Waze. Tem wi-fi nativo também, com pacote de dados à parte. Você pode ajustar o ar-condicionado automático digital de duas zonas pela tela do sistema multimídia ou no próprio equipamento. No fundo do console, motorista e passageiros têm à disposição duas entradas USB e uma tomada 12V.
 
No quesito assistência à condução, o Taos Highline traz de série detector de fadiga, Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC), aviso de colisão frontal, sensor de ponto cego, assistente de saída de vaga com intervenção de freio, controles de tração e estabilidade.

DIRIGINDO O motor 1.4 turbo de 150cv pode não ser o mais potente entre os concorrentes, mas dá conta do recado. Tem bom torque já em baixas rotações, com respostas rápidas às acelerações. O carro é ágil no trânsito urbano e seguro na estrada, com boas retomadas de velocidade. O câmbio automático de seis velocidades atua de forma suave, com trocas sem tranco, e tem bom escalonamento das marchas, proporcionando o melhor aproveitamento da força do motor.
 
Para fazer as mudanças de marchas manuais, basta mover a alavanca para a direita, na posição S, e empurrar para frente para aumentar ou para trás, para reduzir. Ou então você pode usar as aletas atrás do volante, para sentir o carro mais nas mãos. Motor e câmbio “conversam” de forma inteligente e garantem bom desempenho. No nosso teste, com etanol no tanque, o computador de bordo registrou consumo médio de 6,4km/l na cidade e 7,7km/l na estrada. Números piores do que os anotados pelo Inmetro.
 
A direção com assistência elétrica tem boa calibragem, mostrando-se leve em manobras e mais pesada em velocidades elevadas. Em manobras em espaços apertados é preciso paciência, pois o diâmetro de giro é grande, exigindo o vaivém para sair de vagas. Mas sensores de estacionamento e câmera de ré ajudam a minimizar o problema. As suspensões foram bem calibradas, com boa estabilidade em curvas e, apesar de ser um carro mais alto, tem inclinação da carroceria aceitável. Transfere um pouco as irregularidades do solo, mas sem comprometer o conforto. Os freios com discos nas quatro rodas e a eletrônica, atuaram de forma segura.

CONCORRENTES Na prática, o VW Taos tem mais pontos fortes do que fracos. Vai dar trabalho para o líder do segmento, o Jeep Compass, que agora tem motor 1.3 turbo de 185cv de potência máxima e 27,5kgfm de torque. Sua versão compatível com o Taos Highline é a Série S T270, que tem preço sugerido de R$ 203.490, e o mesmo nível de equipamentos. Já o Corolla Cross XRE tem motor 2.0 de 177cv de potência máxima e torque de 21,4kgfm. O Preço sugerido é de R$ 157.090, mas a lista de equipamentos é menos recheada.
 
 FICHA TÉCNICA

» MOTOR (*)
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.395cm³ de cilindrada, 16 válvulas, flex, que desenvolve potência de 150cv (gasolina/etanol) a 5.000rpm, e torque de 25,5kgfm (g/e) entre 1.400rpm e 4.000rpm

» TRANSMISSÃO (*)
Tração dianteira, com câmbio automático de seis marchas

» SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS (*)
Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, independente, multibraço/de liga leve de 8x18 polegadas/215/55 R18

» DIREÇÃO (*)
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

» FREIOS (*)
A discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira, com ABS

» CAPACIDADES (*)
Do tanque, 51 litros; porta-malas, 498 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 470 quilos

» PESO (*)
1.420 kg

» DIMENSÕES (*)
Comprimento, 4,46m; largura, 1,84m; altura, 1,62m; distância entre-eixos, 2,68m; e altura livre do solo, 18,5cm

» ÂNGULOS
De entrada, 19 graus; de saída, 26,3 graus

» PERFORMANCE (*)
Velocidade máxima de 194km/h (g/e)
Aceleração até 100km/h em 9,3 segundos (g/e)

» CONSUMO (**)
Cidade: 10,2km/l (g) e 7km/l (e)
Estrada: 12,5km/l (g) e 9km/l (e)

(*) Dados dos fabricantes
(**) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol


» EQUIPAMENTOS

» DE SÉRIE – Controle adaptativo de velocidade e distância (ACC), frenagem autônoma de emergência (AEB), sistema de alarme antifurto com comando remoto, seis airbags, oito alto-falantes, APP-connect (Apple Carplay wireless e Android Auto via cabo) e conexão com a internet via Smartphone, ar-condicionado Climatronic com ajuste de temperatura de duas zonas, sistema Isofix, assistente para partida em subida, assistente traseiro de saída de vaga, bancos dianteiros aquecíveis e com ajustes elétricos para o motorista, carregamento de celular por indução, controle eletrônico de estabilidade (ESC) e de tração (ASR), câmera traseira, descansa-braços central com porta-objetos, saída traseira do ar-condicionado, detector de fadiga, detector de pedestre, detector de ponto cego, três entradas USB tipo C, retrovisores eletricamente ajustáveis, rebatíveis e aquecíveis com função tilt down do lado direito, faixa de luz de LED na grade frontal, faróis com sistema de iluminação IQ-LIGHT com ajuste de faixa automática e luzes de curvas dinâmicas, faróis em ECO LED com função Coming&Leaving home e luz de condução diurna em LED integrada, freio de estacionamento eletromecânico, iluminação ambiente no painel e painéis das portas frontais, iluminação no porta-malas, indicador de controle de pressão dos pneus, sistema de frenagem automática pós-colisão, lanternas traseiras em LED, painel de instrumentos digital programável 10,25", porta-luvas iluminado e refrigerado, rack de teto longitudinal na cor prata anodizada, revestimento dos bancos parcialmente em couro, rodas de liga leve 18", seleção de modo de condução, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sistema Kessy (acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor) multimidia VW Play com tela de 10", leitor de MP3, sistema Start-Stop com reaproveitamento da energia de frenagem, tomadas de 12 volts no porta-malas e no console central, vidros elétricos dianteiros e traseiros com função one touch e volante multifuncional revestido em couro com shift paddles.

» OPCIONAIS – Teto solar panorâmico (R$ 5.520), pintura metálica em duas cores (bege Mojawe e preto Mistic, R$ 1.410), pintura sólida (branco) R$ 595, pacote edição de lançamento (R$ 3.750, com retrovisores pintados em preto, interior exclusivo com revestimento dos bancos parcialmente em couro, rodas de liga leve 18" escurecidas, sistema de som Beats com oito alto-falantes e teto pintado em preto).


QUANTO CUSTA

O Volkswagen Taos é vendido na versão Comfortline 250 TSI a partir de 
R$ 155.585. Já a versão Highline 250 TSI, topo de linha, tem preço sugerido de 
R$ 181.790 e com todos os opcionais chega a R$ 192.470 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade