Publicidade

Estado de Minas MONSTRA

De bandido a mocinho? Hummer volta em 2021 como picape 100% elétrica da GMC

Mas não se engane com a proposta amigável, pois a GM promete veículo com mais de 1.000cv de potência e 159kgfm de torque. Confira a história e fotos muito legais desta 'jamanta' sobre rodas


postado em 08/02/2020 04:00

Teaser com a dianteira da nova picape GMC Hummer EV (foto: GM/Divulgação)
Teaser com a dianteira da nova picape GMC Hummer EV (foto: GM/Divulgação)


O finado Hummer está para ressuscitar no mercado americano. De bandido, o jipão poluidor reencarna como mocinho, uma picape com propulsão elétrica e sob o selo da GMC, a marca de pesos-pesados da General Motors. A GM anunciou a volta do modelo para o último trimestre de 2021, porém o veículo será apresentado no dia 20 de maio deste ano. A picape será fabricada na planta de Hamtramck, em Detroit, dedicada aos elétricos. "A GMC constrói picapes e SUVs premium e de desempenho superior, e o GMC Hummer EV leva isso a novos patamares", afirmou Duncan Aldred, vice-presidente global da Buick e GMC.O site do modelo (www.gmc.com/HummerEV) anuncia que “uma revolução silenciosa está chegando”, em alusão à falta de ruído típica dos motores elétricos. Mas não se engane, o GMC Hummer EV volta sem ruídos, sem emissões, mas muito mais ignorante do que nunca. A potência será superior a 1.000cv e o torque mais de 159kgfm. São números pornográficos, assim como a aceleração até os 100km/h, estimada em 3 segundos, andando junto com os superesportivos. O fabricante também ressalta a capacidade on-road e off-road do veículo.
 
Hummer H1 é o mais militar entre os civis (foto: Reprodução/wheelsage.org)
Hummer H1 é o mais militar entre os civis (foto: Reprodução/wheelsage.org)
A GMC promete um design arrojado, mas o único teaser revelado até agora mostra o painel dianteiro da picape. A grade de sete fendas passa a trazer seis secções, uma para cada letra do nome do modelo, emolduradas pelos faróis (agora retangulares) e luzes de seta em LED nas extremidades. Já o para-choque traz a logomarca da GMC à esquerda. Ainda não é possível saber se o veículo será uma releitura do Hummer clássico, mas certamente terá linhas robustas e agressivas. Além da picape, o Hummer também voltará em forma de utilitário-esportivo, mas posteriormente.
 
Hummer H3(foto: gm/reprodução)
Hummer H3 (foto: gm/reprodução)

HISTÓRIA O Hummer original foi lançado em 1992, derivado do veículo militar Humvee. O primeiro a fabricar o modelo civil foi a AM General, que vendeu a marca para General Motors em 1999. Além desse primeiro Hummer, batizado de H1, outras duas variações foram comercializadas. Por sua fidelidade ao veículo militar, com direito a para-brisa bipartido e dobradiças de porta aparentes, o Hummer H1 era a opção mais interessante. Com 4,68 metros de comprimento, o modelo tinha duas variações: jipe de cabine dupla (com teto rígido ou de lona) com uma pequena caçamba ou uma espécie de SUV (todo fechado). Até deixar de ser fabricado, em 2006, foram cinco motorizações, todas V8.
 
Hummer H2 2003 botando pra quebrar(foto: gm/reprodução)
Hummer H2 2003 botando pra quebrar (foto: gm/reprodução)
Já o H2 e o “pequeno” H3 já eram projetos da GM. O Hummer H2 foi lançado em 2002 e durou até 2009. Beleza pode ser relativo, mas é difícil não declarar que o H2 é mais feio que um carro-forte. São 5,17m comprimento e três toneladas de feiura. Ele foi fabricado nas carrocerias SUV e picape. O motor mais forte que equipou o modelo foi um V8 6.2 de quase 400cv de potência.
 
Picape do Hummer H2(foto: GM/Divulgação)
Picape do Hummer H2 (foto: GM/Divulgação)
Lançado em 2005, o Hummer H3 era menos feio. O caçula foi construído sobre a plataforma (devidamente modificada) da picape Colorado (nossa Chevrolet S10). Ligeiramente menor, o H3 tinha 4,77m de comprimento e massa um pouco superior a duas toneladas. O motor mais potente usado foi um V8 5.3 com 300cv. Com variantes SUV e picape, o H3 foi o último a ser tirado de linha, em 2010. Tamanho exagerado, consumo elevado, índices insatisfatórios de segurança e até o perfil do motorista (um estudo americano sinalizou que os proprietários do H2 e H3 tinham em média quase cinco vezes mais multas de trânsito que os dos demais modelos) eram os principais argumentos contra o Hummer. A extinção da marca fez parte do processo de enxugamento realizado para salvar a GM da falência.
 
Hummer H3T, como se identifica a carroceria picape
Hummer H3T, como se identifica a carroceria picape
 
 
 


Publicidade