Continue lendo os seus conteúdos favoritos.
Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Os 10 mais emplacados de 2018

Confira os modelos mais vendidos e as marcas que se destacaram no ano que passou entre automóveis e comerciais leves. Vendas diretas impulsionaram desempenho de vários deles


postado em 05/01/2019 05:05

Pelo quarto ano consecutivo, o Chevrolet Onix foi o modelo mais emplacado no país, com 210.458 unidades comercializadas(foto: chevrolet/divulgação)
Pelo quarto ano consecutivo, o Chevrolet Onix foi o modelo mais emplacado no país, com 210.458 unidades comercializadas (foto: chevrolet/divulgação)



O mercado automotivo fecha 2018 no positivo, com alta de 13,74% em relação a 2017, totalizando 2.470.654 emplacamentos entre automóveis e comerciais leves, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). A marca que mais vendeu foi a Chevrolet, “dona” de 17,58% do mercado. Não por acaso, o modelo mais emplacado do país, pelo quarto ano consecutivo, foi o Chevrolet Onix, com 210.458 unidades vendidas, o dobro do segundo colocado, o Hyundai HB20, que teve 105.506 registros, seguido de perto pelo terceiro colocado, Ford Ka, com 103.286 emplacamentos. A Chevrolet ainda colocou o Prisma, sedã derivado do Onix, na quinta posição, com 71.735 unidades vendidas.


A segunda marca que mais vendeu foi a Volkwagen, fabricante que mais tem investido em produtos e pretende ser líder já em 2019. No ano passado, a marca alemã ficou como 14,9% do mercado nacional, sendo o seu modelo mais vendido o bom e velho Gol, o quarto no ranking geral de emplacamentos, com 77.612 unidades. Outro modelo da VW que está entre os 10 mais emplacados é o Polo, em sexto lugar, com 69.584 registros.


A Fiat ocupa a terceira colocação entre os fabricantes, com 13,18% do mercado, sendo seu representante no Top 10 dos automóveis mais emplacados o hatchback Argo, com 63.011 unidades, o oitavo colocado. A marca italiana também se destaca entre os comerciais leves, ocupando a primeira posição, respondendo por 38,61% dessa fatia, com 142.382 veículos. O mais vendido é a Strada, com 67.227 emplacamentos – se fosse colocada junto aos automóveis a picape compacta ficaria na oitava colocação geral –, seguida pela Fiat Toro, com 58.477 registros.


O quarto fabricante que mais vendeu veículos, que consolida a hegemonia das quatro marcas mais longevas, foi a Ford, que tem 9,17% do mercado. Em seguida vem a Renault, com 8,7%, que tem como principal representante o pequeno Kwid, sétimo mais vendido do país, somando 67.320 unidades. A Hyundai está na sexta colocação entre as marcas, com 8,36%, seguida pela Toyota, que tem 8,1% do nosso mercado, sendo o seu Corolla o décimo automóvel mais vendido, de acordo com o ranking da Fenabrave, com 59.062 emplacamentos. A Honda conta com 5,33% do mercado, mais não traz nenhum modelo entre os 10 mais emplacados.


Um dos destaques entre os fabricantes nacionais é a Jeep (pertencente ao Grupo FCA, o mesmo da Fiat), que responde por 4,33% do mercado brasileiro, mesmo tendo apenas modelos com maior valor agregado (o mais barato é o Renegade Sport 1.8 MT, com preço sugerido de R$ 78.490). Mas o destaque da marca é o Compass, que é o nono modelo mais vendido, com 60.284 unidades. Por consequência, o modelo é o SUV mais vendido do Brasil, mesmo tendo porte médio e custando a partir de R$ 111.990. O restante das marcas responde por 9,95% do nosso mercado de automóveis e comerciais leves.

VENDAS DIRETAS As vendas diretas, feitas fora do varejo para consumidores com CNPJ, vêm ganhando uma parcela cada vez mais significativa dos emplacamentos totais. Em 2018, a média de emplacamentos nessa modalidade foi de 42,95%, sendo que nos automóveis ela representou 38,7% e entre os comerciais leves, 70,77%. Em 2012, ano em que o mercado automotivo brasileiro chegou ao ápice, com 3.634.506 emplacamentos, a média de vendas diretas foi de 25,06%, com 21,3% dos automóveis e 47,6% dos comerciai leves.


Esta modalidade também foi determinante para o bom desempenho de alguns modelos. No caso do campeão Chevrolet Onix, nada menos que 41,4% das vendas foram para esse perfil de consumidor. Dos 10 automóveis mais emplacados de 2018, o VW Gol é o mais vendido em termos percentuais por vendas diretas, que correspondem a 66,3% do total. O Jeep Compass também nada de braçada aí, com 58,1%, seguido pelo Chevrolet Prisma, com 43,6%, e Ford Ka, 42,5%. Em 2012, dos cinco automóveis mais emplacados, o percentual de vendas diretas ficou assim: Fiat Uno, 37,5%; VW Gol, 32,6%; Fiat Palio, 28,6%; Chevrolet Celta, 22,6%; e VW Fox, 17,6%.


Entre os comerciais leves, o número de vendas diretas é naturalmente superior, mas não há como não se impressionar com o percentual de vendas da Fiat Strada nessa modalidade em 2018: 95,8%. A VW Saveiro não fica muito atrás, com 87,9% do total de emplacamentos por vendas diretas. A Fiat Toro também de destaca: 80,1%. Se voltarmos a 2012, dos cinco comerciais leves mais emplacados, o percentual de vendas nessa modalidade ficou da seguinte forma: Chevrolet Montana, 72%; VW Saveiro, 57,5%; Fiat Strada, 55%; VW Kombi, 46,6%; e Chevrolet S10, 45,4%.

 

 


Publicidade